Na maioria dos casos é muito difícil diagnosticas câncer de ovário em seus estágios iniciais, pois, os sintomas são semelhantes aos de outras condições. O câncer de ovário também pode ser desafiador para detectar precocemente, devido a sua localização próxima ao útero feminino.

De acordo com estatísticas,  cerca de 19% de câncer de ovário são diagnosticados nos estágios iniciais.

Quais são os primeiros sinais de câncer de ovário?

Inchaço, dor abdominal ou problemas digestivos podem caracterizar o câncer de ovário.

O câncer de ovário não causa nenhum sintoma perceptível nos estágios iniciais.

Os sintomas mais associados ao câncer de ovário tendem a se desenvolver nos estágios mais avançados da doença, à medida que os crescimentos pressionam a bexiga, o útero e o reto.

No entanto, alguns sintomas de câncer de ovário podem se desenvolver em qualquer estágio da doença e incluem:

Inchaço, dor pélvica ou abdominal do tipo cólicas, sensação de plenitude depois após comer ou falta de apetite,  indigestão, dor de estômago, náuseas, urgência miccional, sensação de pressão na região lombar ou na pelve, fraqueza, dor nas costas, prisão de ventre, aumento da circunferência abdominal,  dor na relação, alterações menstruais e perda de peso.

No entanto esses sintomas podem ser causados ​​por uma variedade de outras condições, que muitas vezes respondem ao tratamento básico ou desaparecem por conta própria.

Porém se  os sintomas persistirem, ou se continuarem independentemente do tratamento, consulte um médico para um diagnóstico, pois eles podem ser sintomas de câncer de ovário.

Na suspeita de câncer de ovário, deve um médico imediatamente.

Como é difícil diagnosticar o câncer de ovário em um estágio inicial, a melhor maneira de ajudar a reduzir as chances de desenvolver estágios mais avançados de câncer de ovário é adotando uma abordagem proativa e positiva para a doença.

Fatores de risco

Fatores de risco que podem tornar pessoas  mais propensas a desenvolver câncer de ovário do que outras incluem:

História familiar de câncer de mama, ovário ou útero, ser portador de síndrome de Lynch, obesidade, uso de medicamentos para fertilidade e hormônios, endometriose, idade, a maioria dos casos se desenvolve após a menopausa.

Pessoas com histórico familiar de cânceres reprodutivos ou gastrointestinais devem conversar com seu médico ou ginecologista sobre o aconselhamento genético para testar se carregam mutações genéticas específicas que podem aumentar o risco de câncer de ovário.

Fatores que podem diminuir o risco de desenvolver câncer de ovário incluem:

Histórico de gravidez e amamentação.

Uso de medicações orais de controle de natalidade por pelo menos 5 anos.

Ter se submetido a cirurgias do sistema reprodutivo, como uma histerectomia, remoção de ovário ou laqueadura.

Diagnóstico:

Tomografia computadorizada para auxiliar no diagnóstico.

Ultrassonografia transvaginal .

Teste de sangue CA-125

O teste de sangue CA-125 mede a quantidade de proteína CA-125 que está no sangue. Muitas pessoas com câncer de ovário têm altos níveis de CA-125 no sangue.

No entanto, aqueles com outras condições menos graves, como a doença inflamatória pélvica (PID) e endometriose, muitas vezes também têm altos níveis dessa proteína no sangue.

Nem todas as mulheres com câncer de ovário têm níveis elevados de CA-125 no sangue. De acordo com o Ovarian Cancer Research Fund Aliança (OCRFA), cerca de 80% das pessoas com câncer de ovário avançado têm níveis elevados de CA-125, enquanto 50% experimentam altos níveis nos estágios iniciais da doença.

Biópsia

A biópsia envolve inserir uma agulha muito fina no corpo e retirar uma pequena parte do ovário, que seráenviada a um laboratório para verificar se há sinais de câncer. Os resultados de uma biópsia são um elemento essencial para o diagnóstico final do câncer de ovário.

Métodos de triagem e prevenção

Apesar dos esforços de pesquisa, atualmente não há métodos de triagem disponíveis para detectar o câncer de ovário em pessoas que não têm sintomas ou que não estão em maior risco do que o habitual para o desenvolvimento da doença.

Qual a probabilidade dos sintomas indicarem câncer?

O câncer de ovário é uma forma relativamente rara de câncer, representando cerca de 1,3% de todos os casos de câncer recém diagnosticados em 2018 nos Estados Unidos. Isso significa que os sintomas associados ao câncer de ovário são muito mais propensos a serem causados ​​por outras condições muito menos graves do que o câncer de ovário.

Cerca de 94% das pessoas que recebem um diagnóstico e tratamento do câncer de ovário nos estágios iniciais sobrevivem mais de 5 anos após o diagnóstico.

Entre 2008 e 2014, cerca de 47,4% das pessoas nos EUA viveram por pelo menos 5 anos após o diagnóstico de câncer de ovário.

As tendências da taxa de mortalidade entre aqueles com câncer de ovário têm caído devido as técnicas de rastreio na sua detecção precoce.

Infelizmente os  sintomas do câncer de ovário têm semelhanças com muitas outras condições, geralmente menos perigosas, e por isso  muitas mulheres ignoram os sinais.

Tratamento:

O tratamento consiste em quimioterapia, radioterapia e  ooforectomia um procedimento cirúrgico para remover um ou ambos os ovários da portadora.

Fonte:
  1. CARVALHO, Jesus Paula et al. Câncer de ovário. In: Clínica médica: diagnóstico e tratamento. ATHENEU, 2013. p. 2939-2949.
  2. REA, Marina F. Os benefícios da amamentação para a saúde da mulher. J Pediatr (Rio J), v. 80, n. 5 Suppl, p. S142-6, 2004.
  3. REIS, Francisco José Candido dos. Rastreamento e diagnóstico das neoplasias de ovário: papel dos marcadores tumorais. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v. 27, n. 4, p. 222-227, 2005.
  4. AMENDOLA, Luis Cláudio Belo; VIEIRA, Roberto. A contribuição dos genes BRCA na predisposição hereditária ao câncer de mama. Rev Bras Cancerol, v. 51, n. 4, p. 325-30, 2005.
Créditos Imagem:

<a href=”https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/mao”>Mão fotografia desenhado por Dragana_Gordic – Freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *