Quais são as possíveis causas da depressão clínica?

O fato é que, apesar de décadas de pesquisa sobre esta questão, cientistas em  todo o mundo ainda não conhecem a causa desta doença.

Acredita-se que todos os transtornos mentais – incluindo depressão clínica – são causados ​​por uma interação complexa de fatores biológicos, psicológicos e sociais. Esta teoria é chamada de modelo bio psicossocial de causalidade e é a teoria mais aceita entre profissionais de saúde mental e pesquisadores da causa de depressão.

Pesquisas recentes apontam para a importância muitas vezes negligenciada do estudo da mibrobiota  intestinal  – bactérias que vivem no sistema intestinal. Parece que a ação  ou o desequilíbrio de certas bactérias podem contribuir ou mesmo causar distúrbios de humor como a depressão.

Alguns tipos de depressão maior tem origem genética, sugerindo que uma vulnerabilidade biológica pode ser herdada. Este parece ser o caso mais com certos tipos de doenças mentais, como transtorno bipolar e esquizofrenia.

Estudos realizados em famílias onde os membros de cada geração desenvolveram transtorno bipolar afirmam que pessoas portadores  de depressão com história familiar,  têm uma composição genética diferente. Entretanto, fatores adicionais, possivelmente estresses em casa, trabalho ou escola, estão envolvidos em seu início.

Em algumas famílias, a depressão maior também parece ocorrer de geração a geração – o que aponta fatores genéticos e parentais ( pais geralmente ensinam a seus filhos, as mesmas habilidades  e técnicas de enfrentamento psicológico, que eles aprenderam). No entanto, também pode ocorrer em pessoas que não têm antecedentes familiares de depressão. Seja herdado ou não, o transtorno depressivo maior é frequentemente associado a alterações nas estruturas cerebrais ou na função cerebral.

As pessoas que têm baixa autoestima, que constantemente veem a si mesmas e o mundo com pessimismo ou que são facilmente dominadas pelo estresse, são propensas à depressão. Se isso representa uma predisposição psicológica ou uma forma precoce da doença não está claro.

Nos últimos anos,  pesquisadores mostraram que mudanças físicas no corpo podem ser acompanhadas por mudanças mentais também. Doenças médicas como acidente vascular cerebral, ataque cardíaco, câncer, doença de Parkinson e distúrbios hormonais podem causar doença depressiva, tornando a pessoa doente apática e sem disposição para cuidar das suas atividades da vida diária, prolongando o período de recuperação. Além disso, a perda de algo querido, ou um relacionamento difícil, problema financeiro e qualquer alteração estressante (indesejável ou mesmo desejada) nos padrões de vida pode desencadear um episódio depressivo.

Muitas vezes, uma combinação de fatores genéticos, psicológicos e ambientais está envolvida no início de um transtorno depressivo.

Embora ainda não exista uma explicação exata da causa da depressão clínica, é importante perceber que, mesmo sem entender suas causas específicas, o portador  pode receber um tratamento eficaz com a ajuda de um profissional especializado.

Espero que tenham gostado deste post e até a próxima.

Fonte:

psychcentral.com/disorders/depression/depression-causes/

Créditos imagem:

<a href=”http://www.freepik.com/free-photos-vectors/people”>People image created by Dragana_Gordic – Freepik.com</a>

 

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *