Fazer algumas mudanças em nosso  estilo de vida pode nos ajudar a viver mais e com qualidade.

Um estudo recente descobriu que quatro hábitos ruins – fumar, beber demais,  sedentarismo e dieta pobre em frutas e vegetais – podem levar ao envelhecimento e morte  precoce.

No entanto basta querermos e podemos tomar ações para  corrigir estes e outros comportamentos não saudáveis. As dicas a seguir podem lhe ajudar a manter seu corpo saudável na maturidade e garantir alguns anos a mais de vida. Então vamos a elas:

Alimente-se moderadamente – Não coma demais

Estudos comprovam que a medida que envelhecemos, nossa taxa metabólica diminui, sendo assim já não necessitamos de tantas calorias em nossa dieta. O excesso de alimento que consumimos, transforma-se em um depósito de gordura que irá se acumular em nosso corpo e será reabsorvido constantemente.  O autor Dan Buettner, que estuda a longevidade em todo o mundo, descobriu que os japoneses idosos  deixam de comer quando sentem-se 80% saciados. Então fica dica: coma menos e viva mais.

Os pesquisadores da Universidade de St. Louis confirmaram que comer menos ajuda a envelhecer mais devagar; em um estudo de 2008, descobriram que as calorias limitantes diminuíram a produção de T3, um hormônio da tireoide que retarda o metabolismo e acelera o processo de envelhecimento.

Mantenha-se ativo

Manter-se em atividade, seja trabalhando, participando de um grupo de voluntários, viajando, frequentando grupos sociais, participando de bailes ou até namorando, mantém a mente ativa e o corpo em harmonia.

Cientistas afirmam que o  sexo satisfatório duas a três vezes por semana pode adicionar até três anos para a sua vida. Estar ocupado pode queimar uma quantidade impressionante de calorias – às vezes tanto quanto correr por 30 minutos. O sexo regular também pode diminuir a pressão arterial, melhorar o  sono, aumentar a  imunidade e proteger o coração.

Assista menos televisão

Muito tempo na frente do TV pode trazer um enorme prejuízo a sua saúde. Um estudo de 2010 descobriu que as pessoas que assistiram quatro horas ou mais por dia eram 46% mais propensas a morrer por qualquer causa que as pessoas que assistiam menos de duas horas por dia.

Exponha-se ao sol com moderação

Evitar sol em horários críticos (ddas 10hs da manha até as 16 hs da tarde) pode evitar câncer de pele, e também pode mantê-lo jovem, evitando rugas, linhas finas e pele manchada.

Nunca é cedo demais – ou muito tarde – para adicionar protetor solar ao seu regime diário de cuidados da pele (procure um SPF de 30 ou mais). E não se concentre apenas no seu rosto. As manchas no peito e no pescoço também irão fazer com que nos pareçamos mais velhos.  Mas não esqueça o sol é fundamental como fonte de vitamina D é necessário pelo menos 15 minutos de sol diários bem cedinho, para metabolizarmos esta vitamina essencial para saúde.

Socialize-se

Estudos comprovam que aumenta o risco de  doença cardíaca sem uma rede forte de amigos e familiares. A solidão pode causar doenças  e que a solidão pode ser tão prejudicial quanto o hábito de fumare o colesterol alto.

A solidão parece representar o maior risco para pessoas maduras,  que também são mais propensas a depressão.

Beba com moderação

O consumo de álcool em excesso  tem efeitos prejudiciais à saúde,  que vão do ganho de peso a problemas de relacionamento. Mas em quantidades menores, o álcool pode ser benéfico, como o vinho – um cálice ao dia diminui o risco cardiovascular.

Coma mais  frutas e vegetais

Consumir aos menos 3 porções de frutas e verduras ao dia, é um ganho substancial a sua saúde.  Esses alimentos são  ricos em fibras e vitaminas, frutas e vegetais e podem reduzir o risco de doença cardíaca em 76% e desempenhar um papel na redução do risco de câncer de mama.

Como um bônus adicional, tem  poderes no  combate à inflamação e circulação dos antioxidantes e o consumo de  frutas e verduras  podem prevenir as rugas.

Pratique exercícios físicos

O exercício diário pode ser considerado uma fonte da juventude. Um estudo de 2008 descobriu que o exercício regular de alta intensidade (como a corrida) pode somar até quatro anos na expectativa de vida, o que não é surpreendente, dado os efeitos positivos que esta prática causa no coração, mente e metabolismo.

Mesmo um exercício moderado – uma caminhada rápida de 30 minutos a cada dia, por exemplo – pode reduzir o risco de problemas cardíacos.

Não fume

Parar de fumar é talvez a coisa mais importante que podemos fazer para nossa saúde – e vida útil. Um estudo publicado no American Journal of Public Health descobriu que as mulheres que deixaram de fumar aos 35 anos adicionam cerca de seis a oito anos de vida.

Nunca é tarde demais para mudar o hábito. Parar pode retardar as doenças e aumentar as chances de sobrevivência, mesmo em fumantes que já sofreram  danos significativos aos pulmões, como aqueles com câncer de pulmão precoce ou DPOC, parar de fumar é a melhor escolha.

Bom,  paramos por aqui, esperamos que tenham gostado deste post e até a próxima.

Fonte:

http://www.health.com/health/gallery/0,,20366671,00.html#don-t-overeat-1

Créditos imagem:

<a href=”http://www.freepik.com/free-photos-vectors/people”>People image created by V.ivash – Freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *