A presença de unhas grossas é uma condição que incomoda esteticamente e pode afetar não apenas as unhas das mãos, mas as unhas dos pés também.

Existem muitas causas potenciais que podem levar ao engrossamento e endurecimento das unhas.

Nossas unhas agem como uma barreira forte entre os tecidos moles e o leito ungueal, protegendo nossos dedos de traumas e infecções.

Usamos nossas unhas diariamente, para nos coçar e para tarefas manuais, como remoção de tampas em frascos ou garrafas.

À medida que envelhecemos nossas unhas podem começar a quebrar, ou desenvolver uma condição que faz as unhas tornem-se endurecidas. Esta condição é denominada onicogrifose.

Embora existam muitas causas potenciais que possam levar ao endurecimento de nossas unhas, quando este fato acorre nas unhas do pé pode ter como agente causal a infecção fúngica.

Outras doenças, como psoríase ou diabetes , também podem causar a formação de unhas grossas.

As causas de endurecimento das unhas devem ser investigadas, pois podem ser apenas decorrentes do processo de envelhecimento (onicogrifose) ou devido a algum processo patológico.

Os sintomas mais comuns de Onicomicose – presença de endurecimento das unhas acompanhada de infecção fúngica incluem:

  • unhas frágeis e fáceis de quebrar
  • mau cheiro da unha
  • as unhas ficam levantadas do leito ungueal
  • unhas difíceis de cortar
  • sujeira ou outros detritos sob as unhas
  • A dor e desconforto nas unhas podem ser sentidos.
  • Muitas vezes, as unhas assumirão uma tonalidade amarela, verde ou marrom.

As infecções por fungos crescem nas unhas dos pés porque prosperam em ambientes quentes e úmidos. Eles são facilmente espalhados e podem se desenvolver rapidamente, causando muitos dos sintomas descritos acima.

Para evitar infecções fúngicas, devemos evitar caminhar com os pés descalços em locais públicos, especialmente os vestiários e os chuveiros, e manter sempre os calçados secos.

Algumas pessoas são mais propensas a infecções por fungos do que outras. Algumas das principais causas de infecções fúngicas nas unhas dos pés incluem:

  • pé de atleta espalhando-se para o leito ungueal;
  • exposição constante a áreas úmidas;
  • fumo;
  • calçado molhado;
  • sistema imunológico enfraquecido;
  • presença de psoríase, problemas circulatórios e diabetes tipo 1 e 2

As unhas dos pés também podem engrossar como resultado de trauma ou ferimento repentino ou repetitivo. Principalmente, com pessoas envolvidas em esportes ou exercícios, como jogadores de futebol, corredores e dançarinos.

Muitas vezes, as unhas grossas devido a lesões são confundidas com infecções por fungos.

– Outros fatores que podem causar lesões nas unhas incluem:

Psoríase

A psoríase é uma desordem autoimune que provoca manchas vermelhas e escamosas na pele. A psoríase das unhas geralmente acompanha a desordem da pele, afetando tanto as unhas como as unhas dos pés.

Quando a psoríase é a causa direta das unhas espessas, é provável que seu portador  desenvolva nervuras nas unhas e as mesmas podem afrouxar e separar do leito das unhas.

Paronica

Paronica é uma condição de pele que causa vermelhidão e inchaço ao redor das unhas. Ao longo do tempo e por conta de múltiplas infecções, as unhas podem ficar grossas. O portador deste agravo  pode notar que as camadas da unha começam a descascar.

As pessoas são mais propensas a desenvolver a paroníquia são as que possuem o hábito de chupar o dedo, ou lavar louças com frequência e cortando as unhas ou as cutículas demais.

Algumas  ocupações também são mais um risco para o desenvolvimento de unhas grossas devido à paroníquia que incluem:

  • bartenders
  • trabalhadores de lavanderia
  • limpadores
  • cozinheiros
  • enfermeiros
  • pescadores

Envelhecimento

Muitas vezes, à medida que uma pessoa envelhece, as unhas em seus dedos começam a engrossar. Embora a condição seja mais comum nas unhas dos pés, é possível que as unhas também engrossem.

Pensa-se que as unhas se espessam à medida que as pessoas envelhecem porque o corpo não é capaz renovar as células da unha com tanta frequência, como quando jovens.

As unhas grossas algumas deformações ( ondulações) que se formam na unha como resultado do envelhecimento não são tratáveis. Eles podem ser lixados  ligeiramente, para suavizar a aparência das unhas.

Caso note que suas as unhas estão engrossando demais e mudando de cor um médico deve ser procurado, afim de identificar se existe uma condição anormal neste processo.

O tratamento para unhas muito espessas que não sejam decorrentes do processo de envelhecimento, irá depender do fator causal. Caso seja infeção fúngica o médico poderá prescrever anti fúngico e limpeza frequente do local. Se for decorrente de outros agravos como diabetes e psoríase e condição clínica deve ser tratada juntamente com a unha.

Espero que tenham gostado deste post e até a próxima.

Fonte:

ARAÚJO, A. J. et al. Onicomicoses por fungos emergentes: análise clínica, diagnóstico laboratorial e revisão [Onychomycosis caused by emergent fungi: clinical analysis, diagnosis and revision]. An Bras Dermatol, v. 78, n. 4, p. 445-55, 2003.

MARTINS, Edna Alves et al. Onicomicose: estudo clínico, epidemiológico e micológico no município de São José do Rio Preto. Rev Soc Bras Med Trop, v. 40, n. 5, p. 596-8, 2007.

Créditos imagem:

<a href=”https://www.freepik.com/free-photos-vectors/hand”>Hand image created by Freepik</a>

 

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *