A infecção do trato urinário (ITU) pode ser causada por agentes bacterianos ou fúngicos no sistema urinário, que inclui os rins, ureteres, bexiga e uretra. As ITUs infelizmente são uma das infecções mais comuns em idosos, que podem apresentar sintomas graves nos idosos se não for tratada adequadamente.

Sinais e sintomas de Infecção Urinária
  • Necessidade urgente de urinar
  • Aumento da micção
  • Ardor, dor ou desconforto ao urinar.
  • Sensação de pressão no baixo ventre ou na pelve.
  • Urina turva, espessa ou com odor.
  • Sensação de bexiga cheia após urinar.
  • Febre
  • Dor no baixo ventre, flanco ou costas.
  • Presença de sangue na urina.
  • Fadiga
  • Náuseas
  • Vômitos

Idosos podem apresentar confusão, e alterações de comportamento, além dos sintomas típicos de infecção urinária.

Sintomas de infecção urinária comuns em idosos

A infecção urinária  na maturidade pode causar episódios de Delirium – estado confusional agudo que pode ser confundido com outros distúrbios cognitivos. Neste caso é importante afastar a ocorrência de infecção urinária na avaliação do idoso.

Mudanças no comportamento que podem indicar uma ITU incluem, inquietação, alucinação, retraimento social, agitação e confusão mental.

Por que os sintomas são diferentes em idosos?

Ainda não se sabe ao certo por que sintomas, como confusão e delírio, ocorrem em idosos. Uma teoria é que os vasos sanguíneos que suprem o cérebro na maturidade estão fragilizados e podem ser mais propensos a permitir que a infecção atinja o sistema nervoso.

Causas

Bactérias ou fungos que penetram no trato urinário são os maiores responsáveis pela ocorrência de ITU, na maturidade.

No caso das bactérias, a mais comum é a E. coli , que está comumente presente nas fezes e pode penetrar no sistema urinário através da uretra.

Outros organismos que são capazes de causar uma ITU podem ser causados por cateteres vesicais  introduzidos na uretra ou adquiridas em internações hospitalares ou em instituições de longa permanência.

Os fatores que aumentam o risco de ITU na maturidade incluem:

  • Mudanças no sistema imunológico;
  • Exposição a diferentes bactérias em internações prolongadas;
  • Incontinência urinária;
  • Mudanças no funcionamento do sistema urinário, incluindo hipertrofia prostática em homens;
  • Introdução de cateter urinário – tubo que conecta a bexiga a um coletor para permitir a drenagem da urina.

É importante que estejamos cientes desses fatores de risco e observar quaisquer alterações cognitivas que possam indicar uma ITU. Na suspeita de infecção urinária no idoso, um médico deverá ser consultado.

Fonte:

LOPES, Hélio Vasconcellos; TAVARES, Walter. Diagnóstico das infecções do trato urinário. Revista da Associação Médica Brasileira, v. 51, n. 6, p. 306-308, 2005.

HEILBERG, Ita Pfeferman; SCHOR, Nestor. Abordagem diagnóstica e terapêutica na infecção do trato urinário: ITU. Revista da Associação Médica Brasileira, 2003.

DA SILVA, Anderson Peterson Machado; DE GOUVEIA SANTOS, Vera Lúcia Conceição. Prevalência da incontinência urinária em adultos e idosos hospitalizados. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 39, n. 1, p. 36-45, 2005.

Créditos imagem:

<a href=”https://www.freepik.com/free-photos-vectors/people”>People image created by Pressfoto – Freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *