Um estudo realizado com moradores de Cingapura, afirma que a alta ingestão de carne vermelha e aves pode aumentar o risco de desenvolver diabetes.  O consumo de peixes e mariscos, de acordo com o estudo não oferecem riscos de acordo com os pesquisadores.

Pesquisas recentes comprovam que dietas à base de plantas, em comparação com dietas onde há  alta ingestão de carne, são benéficas para a saúde, como a constatação que  dietas vegetarianas proporcionam níveis baixos de colesterol.

E diversos estudos ligam o consumo de carne com maior risco de desenvolver diabetes.

No entanto uma nova pesquisa da Duke-NUS Medical School em Cingapura confirma essas descobertas e acrescenta novas considerações, sobre por que comer muita carne pode predispor indivíduos a diabetes.

Os pesquisadores avaliaram a relação entre carne vermelha, aves, peixe e marisco e diabetes tipo 2, levando em consideração o impacto do ferro presente na molécula heme (teor de ferro absorvido pela ingestão de carne) da hemoglobina.

Os pesquisadores analisaram os dados do Estudo Chinês da Saúde de Cingapura, envolvendo 63.257 adultos entre 45 e 74 anos. Estes foram recrutados entre 1993 e 1998 e foram acompanhados por meio de duas entrevistas: uma em 1999 a 2004 e a outra em 2006 a 2010.

Verificou-se que as pessoas que tinham uma maior ingestão dietética de carne vermelha e aves estavam em maior risco de diabetes. Entretanto, o consumo de peixes e mariscos, no entanto, não apresentou nenhum risco.

Indivíduos que comiam mais carne vermelha, observaram os pesquisadores, tinham um risco maior de diabetes de 23% maior que aqueles que comiam pouca carne vermelha. Comer aves demonstrou  um aumento de 15% no risco de diabetes.

Os pesquisadores também observaram que, substituindo o consumo de carne vermelha  por peixe ou  marisco, o risco foi reduzido.

Neste contexto, os pesquisadores também analisaram o impacto do ferro de heme sobre a relação entre consumo de carne e diabetes. Eles descobriram que uma maior ingestão de ferro heme estava associada a um risco aumentado de desenvolver a condição.

Em seguida, os pesquisadores testaram se o ajuste do conteúdo da ingestão de ferro de heme nas dietas dos indivíduos afetaria o risco de qualquer maneira. O que eles descobriram  foi intrigante.

Após o ajuste adicional para a ingestão de ferro da heme, a associação entre ingestão de carne vermelha e risco de [diabetes] permaneceu estatisticamente significante, enquanto a associação com a ingestão de aves desapareceu.

Isso, os pesquisadores acreditam que isso pode sugerir a existência de substâncias presentes na carne vermelha, além do ferro, que podem ser responsáveis ​​pelo aumento do risco de diabetes, mas o mesmo não é válido para aves.

O estudo sugere que algumas partes de frango podem representar menos risco do que outras. A carne de peito, por exemplo, tem um teor de ferro heme mais baixo do que as coxas de frango, por isso pode ser mais saudável a longo prazo.

O pesquisador, no entanto, alerta, que este estudo não deve induzir as pessoas a desistir da carne. Em vez disso, ele acredita que o consumo destas carnes deve ser moderado quanto a quantidade e tipos de carne que integram as refeições.

Não é necessário remover a carne da dieta completamente de acordo com o pesquisador. Os cingapurianos só precisam reduzir a ingestão diária, especialmente para a carne vermelha, e escolher peito de frango e peixe / marisco, ou outros tipos de proteínas como de produtos lácteos ou a base em plantas, para reduzir a risco de diabetes.

Enquanto o estudo do Prof. Koh visa especificamente os hábitos alimentares dos cingapurianos, suas descobertas são relevantes, pois confirmam pesquisas anteriores sobre o impacto na saúde relacionado ao alto consumo de carne.

Eles também alertam que o ferro heme na carne vermelha, pode não deve ser o único culpado e que a substituição de alguns tipos de carne por peixe ou marisco pode reduzir o aumento do risco de diabetes.

Fonte:

Medical News Today Jornal

Crédito Imagem:

<a href=”http://www.freepik.com/free-photos-vectors/background”>Background vector created by Vectorpocket – Freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *