Prostatite crônica é uma inflamação da próstata que perdura por 3 meses ou mais. Muitas vezes é doloroso e pode afetar a função sexual e a capacidade de urinar. Muitos problemas de saúde, incluindo infecções bacterianas recorrentes e danos aos nervos ou músculos da região pélvica, podem causar isso.

A próstata é uma pequena glândula que faz parte do trato urinário inferior em homens. Ele fica sob a bexiga e envolve a uretra, que é o tubo que transporta a urina e o sêmen através do pênis.

A próstata é parte do sistema reprodutor masculino, e produz os fluidos que compõem o sêmen. Os músculos dessa glândula, também ajudam a empurrar o sêmen para a uretra durante a ejaculação.

Devido à sua localização e função, problemas com a próstata podem afetar a micção, bem como a função sexual.

A prostatite é a inflamação da próstata que muitas vezes pode ser dolorosa. Pode ser crônica ou aguda:

  • A prostatite crônica: desenvolve-se gradualmente e pode durar meses ou até anos. Considera-se a prostatite crônica se os sintomas persistirem por 3 meses ou mais.  Pode não responder bem aos primeiros tratamentos recomendados pelo médico.
  • A prostatite aguda: é uma condição temporária que ocorre de repente. Pode durar apenas alguns dias ou semanas e geralmente responde bem ao tratamento.

A prostatite é a principal causa de problemas do trato urinário para homens com menos de 50 anos de idade, e o terceiro problema mais comum no trato urinário para homens com mais de 50 anos de idade.

Causas

Um diagnóstico preciso é fundamental para o tratamento eficaz. No entanto, o diagnóstico da causa da prostatite crônica pode, às vezes, ser um desafio.

As causas da prostatite crônica se enquadram em duas grandes categorias:

Prostatite bacteriana crónica

Uma infecção bacteriana da próstata, causa prostatite bacteriana crônica. Em algumas pessoas, esta infecção se desenvolve após infecção do trato urinário ou tratamento para prostatite bacteriana aguda.

Os sintomas da prostatite bacteriana crônica são frequentemente menos graves que os da prostatite bacteriana aguda.

Alguns indivíduos, com prostatite bacteriana crônica, podem achar que a infecção persiste. Isso pode ocorrer porque as bactérias são resistentes ao tratamento com antibioticoterapia.  De acordo com pesquisas, algumas bactérias que infectam a próstata podem formar biofilmes em animais. Os biofilmes são semelhantes à placa que se desenvolve nos dentes e podem tornar a infecção mais difícil de tratar.

Possíveis causas de prostatite crônica:

  • dano ao trato urinário de cirurgia ou lesão física
  • estresse psicológico

O principal sintoma da prostatite crônica é a dor pélvica ou genital. Para algumas pessoas, a dor parece uma dor lancinante. Para outros, é intenso e agudo. A dor pode ir e vir ou estar sempre presente.

Outros sintomas da prostatite crônica incluem:

  • necessidade de urinar com frequência, incluindo levantar-se várias vezes à noite para usar o banheiro
  • dor durante a micção
  • dificuldade para urinar
  • senso de urgência quando precisa urinar
  • dor no períneo – espaço entre o escroto e o reto
  • dor na região lombar, reto, pênis e testículos
  • dor ao ejacular
  • dificuldade em ejacular
  • sinais de uma infecção, como febre, calafrios, náuseas ou vômitos.

Diagnóstico

Pessoas com sintomas de prostatite devem consultar um urologista.  Infecções bacterianas da próstata podem se espalhar, e qualquer homem com sintomas de infecção urinária deve procurar atendimento médico o mais rápido possível.

Para diagnosticar a prostatite faz uma entrevista e  pode realizar um exame de toque retal.

Durante um exame retal, o médico faz o toque no reto para verificar se há inchaço e inflamação na próstata.  Se houver suspeita que o problema é devido a uma infecção bacteriana, pode ser recomendado antibióticos. Se os sintomas não melhorarem após o tratamento com antibióticos, ou se não houver sinais de infecção, podem ser necessários outros testes, como:

  • exames de urina, sêmen ou sangue para procurar sinais de infecção ou outros problemas de próstata
  • uma biópsia da próstata, em que o médico usa uma agulha para remover uma pequena amostra de tecido da próstata para análise
  • ultrassom de próstata ou uretra
  • cistoscopia, em que se usa um pequeno escopo para olhar dentro da bexiga ou da uretra
Tratamento

O tratamento da prostatite depende da causa. Para prostatite bacteriana, podem ser prescritos antibióticos orais. Em casos de prostatite crônica ou infecções pode ser necessário um tratamento de longo prazo com antibióticos, com duração de até 6 meses.

Se os sintomas não melhorarem após os antibióticos orais, outras opções de tratamento incluem:

  • antibióticos intravenosos para infecções graves
  • relaxantes musculares para aliviar o espasmo dos músculos pélvicos
  • anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs) para aliviar a dor
  • bloqueadores alfas para tratar dificuldades de urinar
  • cirurgia para remover tecido cicatricial na uretra, o que pode ajudar a dificuldades de urinar
  • terapia para ajudar com estresse psicológico e ansiedade.
Fonte:

OLIVEIRA, Vítor; AMARAL, José; FERRAZ, Luis. HBP e Prostatite. Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, v. 21, n. 2, p. 201-7, 2005.

KHIEL, R. et al. Correlation between chronic prostatitis and prostate-specific antigen values. Int Braz J Urol, v. 27, p. 42-5, 2001.

AMADEI, Larissa Pereira da Ponte. Evolução bioquímica através de medidas seriadas de antígeno prostático específico (PSA) de pacientes submetidos a braquiterapia com implante de sementes de 125I no tratamento do adenocarcinoma de próstata. 2008. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

Créditos imagem:

<a href=”https://www.freepik.com/free-photos-vectors/ribbon”>Ribbon image created by Freepik</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *