O assunto deste post é um pouco delicado e, não raro no cotidiano da população idosa, que são as quedas.

Podemos definir as quedas como mudança não intencional da posição que pode nos levar a cair no chão ou outro nível inferior da posição inicial.

Mas por que elas acontecem?

Bem, infelizmente vários fatores são responsáveis por elas, a medida que envelhecemos e podem ser modificáveis (extrínsecos) e os não modificáveis (intrínsecos).

Os não modificáveis são idade, o sexo (mulheres caem mais que homens) , diminuição da visão e audição e algumas patologias como derrames, Parkinson, reumatismo, artrose, alterações de marcha e equilíbrio, incontinência entre outras, outras são modificáveis como:

– uso de vários medicamentos (remédios para pressão são os campeões por isso siga atentamente as orientações do seu médico no uso destes)

– intoxicação

– hospitalização

– iluminação precária

– tapetes soltos pela casa (cuidado com o uso de tapetes em pisos escorregadios é uma armadilha para quedas)

– excesso de móveis na passagem ( atenção mantenha sua casa livre de objetos na passagem uma casa segura nos livra de acidentes)

– pisos escorregadios (atenção se sua casa tem escadas existem uma faixas que podem ser colocadas nos degraus feitas de material antiderrapante e que brilham no escuro e não esqueça toda escada deve ter corrimão para que você possa se segurar em caso de desequilíbrio).

Mas outros fatores podem determinar a ocorrência de quedas principalmente na nossa casa, por exemplo, se você tem problemas de mobilidade e sua cama for muito baixa, isso pode ser um fator de queda, se você tem animais em trânsito pela casa e eles se enroscam no seu pé, pode ocorrer queda, se o seu vaso sanitário também é baixo e não tem barras de segurança também pode ocorrer um acidente.

Então, alguns cuidados devem ser tomados para prevenir este fato, em primeiro lugar identificar os fatores que podem levar a quedas que chamamos de fatores de risco, depois tentar remover estes fatores ou modificar seu ambiente doméstico para sua segurança, a prática da atividade física também é uma intervenção benéfica pois fortalece os músculos, promove força,  equilíbrio e  resistência.

Prevenindo as quedas pode-se reduzir a morbidade (doenças) e a mortalidade (morte) causadas por elas que ainda são altos na população idosa e umas das maiores causas de internações.

Assim, atenção se você costuma cair com frequência procure seu médico pois associada à osteoporose (doença que se caracteriza pela perda de tecido ósseo) pode provocar imobilidade, e até mesmo a necessidade de uma cirurgia para correção em casos de fraturas o que leva a um prejuízo na sua rotina bem como ao incomodo de um tratamento para reabilitação sempre muito demorado.

Não esqueçam: pequenas ações podem prevenir este agravo tão prejudicial para a saúde.

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *