Sinusite é  uma das doenças mais comumente diagnosticadas nos em países desenvolvidos, afetando cerca de 16% da população adulta anualmente.

Se caracteriza por inflamação dos seios da face que são um sistema conectado de cavidades cheias de ar localizadas no crânio, geralmente causada por um vírus, bactérias, fungos ou como resultado de alergias. A inflamação evita que os seios drenem normalmente, levando a um acúmulo de muco e infecção secundária.

Os principais sintomas da infecção dos sinus são obstrução nasal, secreção nasal transparente e dor ou pressão facial presente há 7 dias ou mais.

O que saber sobre a sinusite
  • Normalmente, os seios nasais estão vazios, exceto por uma fina camada de muco
  • Quando os seios nasais se tornam inflamados e inchados, eles não são mais capazes de drenar o muco, resultando em um acúmulo
  • A esmagadora maioria dos casos de sinusite é de natureza viral e requer alívio sintomático.
  • Apenas cerca de 0,5-2,0% dos episódios de infecções sinusais são bacterianos
  • Os antibióticos são a principal forma de tratamento médico para sinusite bacteriana aguda
Sintomas

A sinusite pode ser aguda ou crônica:

  • a sinusite aguda dura apenas por um curto período e geralmente devido a um resfriado ou alergia
  • a sinusite crônica dura mais de 12 semanas e pode voltar a ocorrer.

Sinais e sintoms:

Dor facial  em pressão na região frontal da cabeça.

A dor é um sintoma comum na sinusite. Uma pessoa pode sentir a dor ao redor dos olhos, sob os olhos, na testa e ao redor do nariz. Na raiz dos dentes e projeta-se no assoalho do seio maxilar, o que pode fazer com que a pessoa sinta dor nos dentes.

A dor por sinusite também pode ser confundida com dor de cabeça. A dor é frequentemente descrita como latejante, e pode piorar quando há um esforço.

Corrimento nasal

A secreção nasal abundante na sinusite, pois a membrana mucosa do nariz e dos seios da face está conectada. A drenagem pode ser turva ou de cor verde ou amarela, tingida de sangue, espessa e mal cheirosa.

Este aumento da secreção nasal faz com que o portador necessite assoar o nariz com mais frequência. Se a secreção escorrer pela garganta, pode causar um gosto desagradável na boca e uma sensação de coceira na parte de trás da garganta; isto é referido como gotejamento pós-nasal.

Tosse e dor de garganta

O fluxo de líquido pode irritar a garganta (especialmente durante longos períodos de tempo) e produzir tosse. À noite, há um aumento no fluxo de fluido pela parte posterior da garganta, o que pode piorar a tosse.

O gotejamento pós-nasal também pode fazer com que a voz fique rouca e potencialmente a causar  mal hálito.

Congestão nasal

Os seios inflamados podem afetar a respiração. Por causa do inchaço dos seios nasais fica difícil para o ar passar. Isso também pode afetar o olfato e o paladar.

Tipos

Um vírus, bactéria ou um alérgeno podem causar sinusite.

Sinusite viral

Os sintomas da sinusite, incluem coriza, dor de garganta, espirros, congestão nasal e tosse. O muco pode estar claro ou ligeiramente colorido.

Os antibióticos não são eficazes contra uma infecção viral. O melhor tratamento é controlar os sintomas bebendo líquidos, usando sprays nasais salinos, analgésicos e descongestionantes orais – sempre com orientação médica.

Sinusite causada por um vírus dura em  média  de 7-10 dias.

Sinusite bacteriana

Os sintomas da sinusite bacteriana incluem secreção nasal que pode ser espessa e verde ou amarela. As passagens nasais estão inchadas e o muco pode estar escorrendo pela parte posterior da garganta (gotejamento pós-nasal). O portador pode sentir dor e pressão facial.

O portador de sinusite bacteriana deve consultar um médico para prescrição de antibióticos. A maioria dos indivíduos com sinusite bacteriana aguda responde com sucesso aos antibióticos, com os sintomas desaparecendo em 10 a 14 dias.

Sinusite alérgica

Sinusite devido a uma alergia pode causar inflamação que leva a congestão nasal e inchaço das membranas mucosas, o que pode bloquear a drenagem do seio paranasal. A sinusite alérgica geralmente leva à sinusite crônica. Os sintomas podem ser sazonais ou durar o ano todo e incluem:

  • espirros
  • coceira no nariz, garganta ou olhos
  • congestão nasal
  • gotejamento pós-nasal
  • nariz escorrendo (muco claro)

O tratamento para sinusite alérgica inclui anti-histamínicos, evitando desencadeantes alérgicos e, em alguns casos, injeções de alergia.

Sinusite crônica

Sinusite crônica pode causar sintomas mais sutis que persistem por meses. Congestão nasal e drenagem pós-nasal são os sintomas mais comuns da sinusite crônica. Uma tosse que piora à noite ou ao despertar pela manhã também é comum. Indivíduos com pólipos nasais comumente apresentam esse tipo de infecção.

Fonte:

IBIAPINA, Cássio da Cunha et al. Rinite, sinusite e asma: indissociáveis. J Bras Pneumol, v. 32, n. 4, p. 357-66, 2006.

VOEGELS, Richard Louis et al. orbitárias em pacientes com sinusite aguda. Rev Bras Otorrinolaringol, v. 68, n. 2, p. 224-8, 2002.

PITREZ, Paulo MC; PITREZ, José LB. Infecções agudas das vias aéreas superiores–diagnóstico e tratamento ambulatorial. J Pediatr, v. 79, n. Suppl 1, p. S77-S86, 2003.

Créditos imagem:

<a href=”https://www.freepik.com/free-photos-vectors/background”>Background image created by Evening_tao – Freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *