Neste post iremos falar um pouco sobre medicamentos para o tratamento da osteoporose…

Bem, vamos falar um pouco sobre a osteoporose para depois entrarmos nos medicamentos, como eles agem e o que eles podem causar no nosso organismo. Ok?

A osteoporose é uma alteração nos nossos ossos, e ela é contínua e depende de vários fatores. Esta alteração é uma redução da massa óssea e que aumenta o risco de fraturas. A osteoporose pode ser conhecida por “doença silenciosa”, pois desenvolve sem sintomas até a ocorrência de uma fratura.

Como os meninos tem tamanho dos ossos maior e ausência de um período de alteração hormonal rápida, esta doença é mais comum nas meninas do que nos meninos.

Atualmente, temos a opção de tratamento com medicamentos e sem medicamentos.

A opção sem medicamentos inclui atividade física, tomar sol, não consumir álcool e alimentação.

Para o tratamento com medicamentos podemos discutir vários deles:

– Cálcio e vitamina D

Esta combinação é a mais utilizada para o tratamento de osteoporose. Tem-se o seguinte objetivo, fornecer cálcio para o organismo poder utiliza-lo na composição dos ossos, já que quando nos tornamos idosos, os ossos diminuem a capacidade de captar o cálcio do sangue para forma-lo.

Então, damos o cálcio em forma de medicamento para os ossos terem uma maior quantidade no organismo para utiliza-lo e fortalecer-se.

A vitamina D ajuda o cálcio a passar para os ossos, por isso é muito comum vermos os dois medicamentos serem vendidos juntos.

Além da vitamina D provocar um fortalecimento muscular.

Mas nem tudo é só rosas…

– Bifosfonatos

Os bifosfonatos é um conjunto de medicamentos muito utilizado para o tratamento da osteoporose. Eles vem junto com o cálcio e a vitamina D.

Todos eles juntos tem uma eficiência maior para o tratamento da osteoporose.

Os medicamentos que fazem parte deste grupo são (prepare-se para os nomes): pamidronato, alendronato, ibandronato, risedronato, etidronato, clodronato e ácido zoledrônico.

Calma pessoal, só escrevi todos estes nomes porque vocês podem ver escritos todos estes palavrões na bula do seu medicamento…

Eles agem impedindo que o osso comece a se destruir… E isso é um processo normal durante a nossa vida, pois o nosso organismo faz um tipo de reciclagem nos ossos.

A todo momento os ossos estão sendo destruídos e sendo formados também… Mas quando entramos na fase idosa, a formação é menor do que a retirada dos ossos. Estes medicamentos diminuem a retirada do cálcio dos ossos.

Associados a administração do cálcio e da vitamina D, eles agem em conjunto para aumentar a formação óssea.

Existem outros fármacos que são mais novos… Tais como: calcitonina, moduladores seletivos dos receptores de estrogênio (SERMs), paratormônio, ranelato de estrôncio, tibolona e denosunabe.

Citei estes medicamentos porque se você tem algum deles aparecendo na sua receita e quiser saber mais sobre eles, é só me perguntar… Pois podemos falar mais sobre eles…

Bom, vou ficando por aqui e espero encontrar com vocês no próximo post.

Abraços medicinais…

Comments

  1. Oi, tenho osteoporose diagnosticada já faz algum tempo. Estou tomando vitamina D, mas passo mal. Tentei o cálcio e os outros citados, mas desisti devido aos efeitos colaterais intensos. Prefiro viver com ossos frágeis, do que morrer com o esqueleto bonitinho. Pronto, falei.

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *