A cetose é um processo metabólico que ocorre quando o corpo não possui glicose suficiente para obter energia, então  ele queima as gorduras armazenadas; isso resulta em um acúmulo de ácidos chamados cetonas no corpo.

Algumas dietas incentivam a produção de cetose seguindo a dieta chamada dieta cetogênica com pouco carboidrato. O objetivo da dieta é tentar queimar gordura indesejada, forçando o corpo queimar  gordura para obter energia, em vez de carboidratos.

A cetose também é observada em portadores de diabetes , neste caso o processo pode ocorrer se o corpo não produzir suficiente ou não estiver usando corretamente a mesma.

Problemas associados a níveis extremos de cetose são mais propensos a se desenvolver em pacientes com diabetes tipo I do que em portadores de DM tipo II.

Curiosidades sobre cetose
  • A cetose ocorre quando o corpo não tem acesso suficiente à fonte primária de combustível, a glicose.
  • A cetose é uma condição em que as reservas de gordura são decompostas para produzir energia, que também produz cetonas, um tipo de ácido.
  • À medida que os níveis de cetona aumentam, a acidez do sangue também aumenta, levando à cetoacidose, uma condição séria que pode ser fatal.
  • Pessoas com diabetes tipo 1 são mais propensas a desenvolver cetoacidose, para a qual é necessário tratamento médico de emergência para evitar ou tratar o coma diabético .
  • Algumas pessoas seguem uma dieta cetogênica (com pouco carboidrato) para tentar perder peso, forçando o corpo a queimar as reservas de gordura.

Em circunstâncias normais, as células do corpo usam glicose como sua principal forma de energia. A glicose é  derivada de carboidratos da dieta, incluindo:

→ Açúcar – como frutas e leite ou iogurte.

→-Alimentos ricos em amido – como pães e massas.

O corpo os divide em açúcares simples. A glicose pode ser usada para alimentar o corpo ou ser armazenada no fígado e nos músculos como glicogênio.

Se não houver glicose suficiente disponível para atender às demandas de energia, o corpo adotará uma estratégia alternativa para atender a essas necessidades. Especificamente, o corpo começa a quebrar as reservas de gordura para fornecer glicose a partir dos triglicerídeos.

As cetonas são um subproduto desse processo.

As cetonas são ácidos que se acumulam no sangue e são eliminados na urina. Em pequenas quantidades, eles servem para indicar que o corpo está quebrando a gordura, mas altos níveis de cetonas podem envenenar o corpo, levando a um processo chamado cetoacidose.

A cetose descreve o estado metabólico pelo qual o corpo converte as reservas de gordura em energia, liberando cetonas no processo.

A dieta cetogênica

Devido ao fato de que a cetose decompõe a gordura armazenada no corpo, algumas dietas podem criar esse estado metabólico, a fim de facilitar a perda de peso.

As dietas de cetose também são chamadas de:

  • dietas cetogênicas
  • ceto dietas
  • dietas com pouco carboidrato

A dieta em si pode ser considerada uma dieta rica em gordura, com cerca de 75% das calorias derivadas de gorduras. Por outro lado, cerca de 20% e 5% das calorias são obtidas de proteínas e carboidratos, respectivamente.

O estado de cetose é saudável?

A dieta cetogênica pode ter um efeito saudável em condições graves de saúde, como:

  • doença cardiovascular
  • diabetes
  • síndrome metabólica

Também pode melhorar os níveis de colesterol HDL (lipoproteínas de alta densidade, também conhecidas como colesterol “bom”) melhor do que outras dietas moderadas em carboidratos.

Esses benefícios para a saúde podem ser devidos à perda de excesso de peso e ingestão de alimentos saudáveis, ao invés de uma redução de carboidratos.

A dieta cetogênica também tem sido usada sob supervisão médica para reduzir convulsões em crianças com epilepsia,  que não respondem a outras formas de tratamento. Alguns estudos sugeriram que a dieta também poderia beneficiar adultos com epilepsia, embora sejam necessárias mais pesquisas para confirmar esses achados.

No entanto, a adesão a longo prazo à dieta cetogênica não parece trazer grandes benefícios.

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *