Durante um ataque de pânico, podemos sentir uma ansiedade avassaladora, o coração acelerado, dificuldade de respirar e sensação de morte eminente. Embora os ataques de pânico não consigam matar, seus efeitos podem nos colocar em perigo.

Durante um ataque de pânico, podemos ser dominados por sentimentos de medo e ansiedade . Isso faz com que o corpo reaja como se estivesse em perigo. O corpo entra no modo “lutar ou fugir”, aumentando a frequência cardíaca e respiratória de uma pessoa. Essas mudanças temporárias podem ser desconfortáveis ​​e assustadoras.

Alguns indivíduos podem respirar rapidamente ou hiperventilar durante um ataque de pânico. A hiperventilação reduz os níveis de dióxido de carbono no sangue, o que pode causar uma sensação de tontura e em casos raros desmaios.

Estudos sugerem que,   os ataques de pânico podem piorar os problemas cardíacos em portadores de doença coronariana.

Um ataque de pânico pode sobrecarregar os mecanismos de enfrentamento de do portador fazendo-o sentir que está em perigo iminente.

Sinais e sintomas

  • coração acelerado
  • aperto no peito
  • respiração rápida e superficial
  • sentimentos de terror
  • medo de morrer
  • incapacidade de pensar sobre qualquer outra coisa

Para interromper um ataque de pânico, algumas medidas podem ser tomadas:

  • Respiração lenta e profunda: Respirar lenta e profundamente pode neutralizar os efeitos da hiperventilação.
  • Tentar não lutar contra os sentimentos de medo: Tentar evitar a ansiedade pode criar ansiedade, piorando assim um ataque de pânico e  aceitar os sentimentos de ansiedade sem julgamento pode ser útil em ataques de pânico.
  • Focando na segurança: busque um local seguro quando estiver com ataques de pânico.
  • Busque o apoio de uma pessoa de confiança: Se um amigo ou membro da família estiver por perto, conversar com ele ou pedir uma garantia gentil pode ajudar a acalmar os sentimentos de pânico.

O transtorno do pânico é tratável. O tratamento certo pode reduzir a frequência e a gravidade dos ataques de pânico e pode prevenir episódios futuros. Algumas opções de tratamento eficazes são:

  • ⇒terapia para discutir sentimentos de ansiedade e desenvolver habilidades de enfrentamento;
  • ⇒medicamentos, incluindo ansiolíticos e antidepressivos;
  • ⇒mudanças no estilo de vida, como exercícios e meditação.
  • Créditos de imagem:
  • <a href=’https://www.freepik.com/photos/woman’>Woman photo created by freepik – www.freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *