A perda de visão refere-se à perda total ou parcial da visão. Dependendo da causa, pode ocorrer repentinamente ou gradualmente ao longo do tempo e em um ou ambos os olhos. Alguns tipos de perda de visão são temporários e outros reversíveis.

Problemas de visão estão entre as 10 principais deficiências em adultos e uma das deficiências mais prevalentes em crianças.

Estima-se  que 12 milhões de pessoas com 40 anos ou mais nos Estados Unidos têm alguma forma de deficiência visual, incluindo mais de 1 milhão de pessoas cegas.

Os especialistas preveem que esse número poderá mais do que dobrar até 2050 devido ao aumento das taxas de diabetes e outras doenças crônicas, juntamente com o rápido envelhecimento da população.

Existem muitas causas possíveis para a perda parcial ou total da visão, incluindo condições médicas, lesões, enxaqueca e envelhecimento.

Tipos de perda de visão

Perda de visão é o termo que significa perder a capacidade de ver corretamente. Existem diferentes tipos de perda de visão e podem ser causados ​​por diferentes doenças ou condições, incluindo:

  • perda de visão central;
  • perda de visão periférica ou dificuldade em ver coisas com o canto dos olhos;
  • perda total de visão, quando não se é possível ver nada
  • cegueira noturna, problemas para enxergar com pouca luz
  • visão embaçada ou turva, quando a visão parece fora de foco ou como se o portador estivesse olhando através de um filtro
Causas da perda repentina de visão

A perda repentina de visão é a perda de visão que ocorre durante um período de alguns segundos ou minutos a alguns dias. Pode ser causado por uma variedade de condições.

Enxaqueca

Portadores de enxaqueca apresentam sintomas visuais, conhecidos como aura de enxaqueca.

Cerca de 255 à 30% das pessoas com enxaqueca apresentam sintomas de aura visual. Para alguns, isso envolve ver linhas em zigue-zague, brilhos ou manchas. Para outros, envolve visão de túnel, perda total da visão ou perda de visão para o lado esquerdo ou direito.

Esses distúrbios visuais são frequentemente, mas nem sempre, acompanhados de dor de cabeça, tendem a durar menos de uma hora e geralmente persistem por 10-30 minutos. Alguns desaparecem após alguns segundos.

Ceratite

Ceratite ou inflamação da córnea, é uma condição que pode ocorrer com mais frequência em pessoas que usam lentes de contato.

A ceratite pode ser causada por uma infecção ou lesão ocular. Os sintomas incluem visão turva, dor, sensibilidade à luz ou perda de visão.

Conjuntivite

Conjuntivite é uma infecção ou inflamação da conjuntiva. Também pode causar manchas, vermelhidão, dor ou dificuldade de visão.

Tensão ocular

Ocorre ao ficar olhando para uma tela por muito tempo o portador pode começar a perder a visão e perceber que as coisas para as quais está olhando estão embaçadas.

Isso geralmente é temporário e pode ser resolvido afastando-se da tela e permitindo que os olhos repousem.

Abrasão da córnea

Lesões no olho também podem causar perda repentina de visão. Dependendo da gravidade da lesão, pode ser temporária ou permanente e o tratamento pode variar de acordo.

Causas da perda gradual da visão 

A perda de visão nem sempre é repentina. Às vezes, pode acontecer durante um longo período de tempo.

Degeneração macular relacionada à idade

Degeneração macular é uma doença ocular que pode afetar a visão central de um indivíduo, é a principal causa de perda de visão em pessoas com 50 anos ou mais.

Isso pode ocorrer de forma muito gradual ou rápida. Para muitas pessoas, elas começam a ver uma área embaçada perto do centro de sua visão, que pode aumentar de tamanho com o tempo.

Glaucoma

Glaucoma é um grupo de doenças que danificam o nervo óptico, localizado na parte posterior do olho.

Os sintomas do glaucoma podem ocorrer tão gradualmente que o portador pode não saber que tem até que faça um exame oftalmológico. Pode ocorrer em um ou ambos os olhos.

Sem tratamento, o glaucoma pode causar cegueira, começando com a visão periférica.

Retinopatia diabética

É uma doença que causa perda de visão e cegueira em portadores de diabetes, afeta os vasos sanguíneos da retina, que é a camada de tecido sensível à luz na parte posterior do olho.

Qualquer pessoa com diabetes pode desenvolver retinopatia diabética, por isso é importante exames oftalmológicos regulares para detectar precocemente.

Nem sempre há sintomas perceptíveis nas fases iniciais. O tratamento pode envolver medicamentos, tratamento a laser ou cirurgia.

Prevenção

Nem sempre é possível prevenir a perda de visão, embora possamos tomar medidas para cuidar da saúde dos olhos.

Podemos promover a nossa saúde ocular seguindo os seguintes passos:

  • Descansar os olhos. Pare de olhar para uma tela a cada 20 minutos para olhar algo a cerca de 6 metros de distância por 20 segundos.
  • Usar óculos de proteção. Use óculos de proteção ao realizar certas atividades, como praticar esportes, fazer trabalhos de construção ou fazer reparos em casa.
  • Usar óculos escuros. Escolha óculos de sol que protejam os olhos de 99–100% da radiação UVA e UVB.

Fazer exames oftalmológicos regulares, conhecer o risco de doenças oculares, comer bem e parar de fumar também pode ajudar a proteger os olhos.

Crédito de imagem:

<a href=’https://www.freepik.com/photos/woman’>Woman photo created by wirestock – www.freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *