Quando as pessoas me dizem: Nossa você já está com essa idade??? Eu sempre respondo: “O tempo apenas determina minha idade cronológica. Eu sou como o vinho, quanto mais envelhecido melhor fica”.

Como o vinho amadurece e encorpa seus sabores, amadureci e encorpei minha essência. Aprendi a ser prudente com minhas escolhas, ter segurança com as atitudes e a ponderar os atos e palavras.

Minha idade apenas identifica quantos anos eu vivi. É uma contagem cronológica do transcurso do tempo de tudo que experimentei, dos homens que amei, dos amigos que encontrei, das lutas que travei e das conquistas que ganhei.

Como num filme, a trama dos meus anos vividos representa uma história que foi repleta de alegrias e tristezas, como tantas outras que vemos a cada dia.

Como a uva que faz o vinho precisa ser esmagada à fim de transformar-se em algo saboroso, nós também nos transformamos com as alegrias e tristezas que fazem parte de nossa vida.

Sinto-me recompensada de ter chegado até aqui, a vida me transformou e me fez melhor como o vinho que nasce do sofrimento da uva, eu renasço a cada dia e digo: “Envelheci, que bom cheguei até aqui. Que venha a maturidade!!! Estou ficando cada vez melhor com o passar dos anos, como o vinho que encorpa seus sabores a cada primavera”.

Hoje sei que como o vinho a vida precisa ser sorvida lentamente à fim de sentirmos seus sabores…

O tempo me ensinou que devo viver um dia de cada vez, sem a urgência da juventude, nem o imediatismo da adolescência…

É necessário sentir seus aromas e sua essência, isso sim é o verdadeiro sentido da vida…

Fiquem em paz e um abraço a todos.

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *