Os coronavírus (CoV) pertencem a uma grande família de vírus que causam doenças que variam do resfriado comum a doenças mais graves, como a Sindrome Respiratória do Oriente Médio (MERS-CoV) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS-Cov). Um novo coronavírus (nCoV) surgiu com uma nova cepa que não foi previamente identificada em humanos.

Os coronavírus são zoonóticos, o que significa que são transmitidos entre animais e pessoas. Vários coronavírus conhecidos estão circulando em animais que ainda não infectaram humanos.

Sinais comuns de infecção incluem, sintomas respiratórios, febre, tosse, falta de ar e dificuldades respiratórias. Em casos mais graves, a infecção pode causar pneumonia, síndrome respiratória aguda grave, insuficiência renal e até morte.

As recomendações padrão para impedir a propagação da infecção incluem lavagem regular das mãos, cobertura de boca e nariz ao tossir e espirrar, cozinhar bem a carne e os ovos. Evite contato próximo com qualquer pessoa que apresente sintomas de doenças respiratórias, como tosse e espirros.

Preste atenção nos sintomas

Na presença de infecção por coronavírus observa-se a presença de sintomas leves a doenças graves e morte nos casos confirmados de doença de coronavírus 2019 (COVID-19).

Os seguintes sintomas podem aparecer 2-14 dias após a exposição. 

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar

Se você desenvolver sinais de alerta de emergência para o COVID-19, procure atendimento médico imediatamente. Os sinais de alerta de emergência incluem:

– Dificuldade em respirar ou falta de ar;

– Dor em pressão persistente no peito;

– Confusão mental

– Lábios e face azulados.

Fonte:

https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019

Créditos de imagem:

<a href=”https://www.freepik.com/free-photos-vectors/mockup”>Mockup psd created by freepik – www.freepik.com</a>

 

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *