A desnutrição significa falta de nutrição adequada, seja como resultado de desequilíbrios, deficiências ou excessos na ingestão de alimentos e nutriente. Isso pode ocorrer se o indivíduo comer muito pouco, seguir dieta inadequada ou ter algum problema de saúde, que faz com que o corpo não consiga usar alimentos e nutrientes.

Em casos de subnutrição, as crianças podem apresentar crescimento lento, deficiência no crescimento, atrasos no desenvolvimento, alterações comportamentais (incluindo diminuição da atenção) e perda de massa muscular. Além desses sintomas, cansaço, fadiga, cicatrização lenta de feridas e perda de apetite podem estar presentes.

Causas da desnutrição

A desnutrição geralmente é causada por uma combinação de questões econômicas e sociais. As pessoas afetadas pela pobreza ou isolamento social estão em risco. Certos problemas de saúde, como depressão, demência e doenças crônicas, podem reduzir o apetite e o desejo de comer de uma pessoa idosa, resultando em uma nutrição comprometida. Alcoolismo, abuso de drogas e distúrbios mentais, podem interferir na capacidade de uma pessoa em se alimentar.

Indivíduos com baixa renda não podem pagar (ou acessar) alimentos nutritivos suficientes, como frutas e vegetais frescos, proteínas e leite. Alimentos e bebidas com alto teor de gordura, açúcar e sal estão disponíveis e são baratos, portanto, as pessoas podem recorrer a eles como substitutos de uma nutrição adequada. Essa prática tem levado ao aumento de sobrepeso  e obesidade, que são denominados má nutrição.

Sinais e sintomas de desnutrição
  • Déficit de atenção
  • Cabelo quebradiço
  • Falta de apetite
  • Atraso de Desenvolvimento
  • Abdome distendido
  • Pele seca
  • Fadiga
  • Dor de cabeça
  • Irritabilidade
  • Perda de apetite
  • Desperdício ou perda muscular
  • Fissuras de unha
  • Obesidade
  • Sobrepeso
  • Pele seca e descamativa
  • Falta de concentração
  • Dificuldade em cicatrizar feridas
  • Função Imune Reduzida
  • Extremidades inchadas (Edema)
  • Cabelo fino
  • Cansaço
  • Peso abaixo do normal

má nutrição é um desequilíbrio entre os nutrientes de que o corpo precisa e os nutrientes que o corpo obtém. Assim, a má nutrição também inclui a sobre

Cerca de 1 em cada 7 idosos que vivem nas suas próprias casas consome menos de 1.000 calorias por dia, o que não é suficiente para uma nutrição adequada. Até metade dos idosos hospitalizados ou residentes em lares de terceira idade não consome calorias suficientes.

Aproximadamente um em cada sete idosos que vivem nas suas próprias casas e quase metade dos idosos residentes em lares de terceira idade apresentam desnutrição.

Quando o organismo não recebe calorias suficientes, consome primeiramente sua própria gordura e as usa como calorias. Depois que as gorduras armazenadas são usadas, o corpo pode romper seus outros tecidos, como músculos e tecidos de órgãos internos, levando a problemas graves, incluindo a morte.

Tipos de desnutrição

Nos países em desenvolvimento, a desnutrição proteico-energética geralmente ocorre em crianças. Isso contribui para a morte de mais da metade do total de mortes de crianças (por exemplo, aumentando o risco de desenvolver infecções com ameaça à vida e, se surgirem infecções, aumentando a gravidade). Porém, esse distúrbio pode afetar qualquer pessoa, não importa a sua idade, se a ingestão de alimentos for inadequada.

A desnutrição energético proteica possui duas formas principais:

  • Marasmo
  • Kwashiorkor

Marasmo

O marasmo é uma deficiência grave de calorias e proteínas. A deficiência tende a surgir em lactentes e crianças pequenas. Geralmente, ela causa perda de peso, perda de músculo e gordura e desidratação. A amamentação geralmente protege contra o marasmo.

Kwashiorkor

Kwashiorkor é uma deficiência grave mais de proteínas do que de calorias. Kwashiorkor é menos comum que marasmo. O termo deriva de uma palavra africana que significa “primeiro filho-segundo filho”, já que um primogênito muitas vezes desenvolve Kwashiorkor quando nasce o segundo filho e o afasta do aleitamento materno. Visto que as crianças desenvolvem Kwashiorkor depois de terem sido desmamadas, normalmente, são mais velhas do que as que apresentam marasmo.

O Kwashiorkor tende a ocorrer em determinadas regiões do mundo, onde os alimentos e as refeições nativas destinadas aos bebês desmamados são deficientes em proteínas, ainda que suficientes em calorias e carboidrato. Exemplos de tais alimentos são o inhame, a tapioca, o arroz, as batatas e a banana verde. No entanto, qualquer pessoa pode desenvolver Kwashiorkor, se a sua alimentação for essencialmente composta por carboidratos. As pessoas com Kwashiorkor retêm líquidos, conferindo-lhes um aspecto inchado. Se o Kwashiorkor for grave, o abdômen poderá ficar distendido.

Inanição

A inanição é a manifestação mais extrema da desnutrição proteico-energética. Ela é causada por uma falta parcial ou total de nutrientes essenciais durante um longo período. Ela geralmente ocorre porque não há alimentos disponíveis (por exemplo, durante uma época de fome), mas ocasionalmente, ela ocorre quando há alimentos disponíveis (por exemplo, quando a pessoa fica de jejum ou é portador de anorexia nervosa).

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *