A doença de Crohn é um distúrbio inflamatório que acomete o trato digestivo,  afeta a digestão e o funcionamento do intestino. Os sintomas geralmente aparecem gradualmente e podem piorar com o tempo.

É uma doença de difícil de diagnostico e a causa exata permanece desconhecida. Acredita-se que este agravo ocorra, devido a uma reação autoimune, na qual as células do sistema imunológico do corpo atacam as células saudáveis ​​do corpo, neste caso do trato digestivo.

A doença de Crohn ocorre mais comumente em indivíduos com idades entre 20 a 29 anos. No entanto, cerca de 1/6  das pessoas desenvolvem sintomas antes dos 15 anos, mas é uma doença que pode ocorrer em qualquer idade.

Sinais e sintomas:

Os sintomas da doença de Cronh incluem:

  • Perda de peso inexplicada
  • Diarreia
  • Dor de estômago e cólicas
  • Perda de apetite
  • Febre e cansaço
  • Náuseas
  • Dor e vermelhidão ocular
  • Dores articulares
  • Melena – fezes com sangue

Portadores de doença de Crohn referem que os sintomas pioram com estresse ou depois de consumir certo alimentos como, refrigerantes, glúten, trigo, leveduras, entre outros..

Tipos de doença de Crohn

Ileocolite

É a forma mais comum da doença de Crohn, e afeta o intestino grosso  e a porção final do intestino delgado. Até 40% das pessoas com doença de Crohn apresentam ileocolite.

Os sintomas geralmente incluem dor ou cãibras na região central ou inferior direita do abdômen. Essa dor geralmente acompanha a diarreia e a perda de peso súbita e inexplicável.

Ileíte

Este tipo de doença de Crohn causa inflamação no íleo, que é a porção mais estreita e final do intestino delgado.

Os sintomas são semelhantes aos da ileocolite, mas alguns indivíduos podem desenvolver complicações, como fístulas ou abscessos na parte inferior direita do abdome.

Colite de Crohn

A colite de Crohn, ou colite granulomatosa, afeta apenas o intestino grosso.  Os sintomas incluem:

  • Úlceras, lesões e abscessos na região anal
  • Dor nas articulações
  • Diarreia
  • Fezes com sangue

Doença de Crohn Gastroduodenal

O estômago e a primeira parte do intestino delgado apresentam inflamação nesse tipo de doença de Crohn.

Aproximadamente 1/3 dos jovens com doença de Crohn desenvolvem úlceras nesta parte do trato digestivo. Os sintomas incluem perda de apetite, perda de peso, náuseas e vômitos.

Jejunoileíte

Esse tipo menos comum de doença de Crohn afeta a metade superior do intestino delgado, chamada jejuno.

Os sintomas geralmente incluem diarreia e dores no estômago ou desconforto depois de comer. Em casos graves, fístulas também podem se formar.

É importante que na ocorrência dos seguintes sinais e sintomas um médico deverá ser consultado o quanto antes:

  • Diarreia que dure 7 dias ou mais
  • Dor de estômago frequente, cólicas e desconforto
  • Sangue nas fezes
  • Perda de peso inexplicada

Os sintomas da doença de Crohn também ocorrem com vários outros distúrbios para o diagnóstico é necessário uma série de exames para confirmar a presença da doença.

O médico irá realizar um exame físico,  com foco na região abdominalpara avaliar a presença de dor. Poder ser solicitado também os seguintes exames laboratoriais e de imagem:

  • Tomografia computadorizada ou ressonância magnética da região abdominal
  • Amostra de fezes para verificar a presença de anormalidades
  • Exames laboratoriais – hemograma completo
  • Colonoscopia, para visualização do cólon
  • Sigmoidoscopia, para visualização da parte inferior do cólon – este exame envolve a inserção de um tubo fino e flexível no trato digestivo através do ânus. O tubo tem uma luz e uma câmera que permitem ao médico visualizar o interior  do intestino para detectar o que pode estar causando problemas.
Tratamento

Ainda não há cura para a doença de Crohn, mas mudanças no estilo de vida e uso de medicações podem aliviar os sintomas e controlar a doença. Entre as opções de tratamento o médico pode recomendar:

Intervenção medicamentosa ou cirúrgica que vai depender da localização da doença, intensidade da apresentação, resposta à terapia medicamentosa pregressa e do diagnóstico de complicações.

O tratamento cirúrgico da doença de Crohn por meio de ressecção ou enteroplastia está indicado para as complicações e quando observada intratabilidade clínica ou doença refratária. A indicação da cirurgia se dá em casos de perfuração, abcessos, hemorragia, fracasso do tratamento medicamentoso, obstrução intestinal ou fístulas.

O tratamento medicamentoso comumente utilizado na presença deste agravo é a antibioticoterapia, glucocorticóides, imunossupressores, terapias biológicas e os aminossalicílicos que são um grupo de anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) utilizados para diminuir a inflamação do cólon.

  • Cirurgia pode ser indicada para remoção de parte do estômago ou intestino
  • Antibiotícoterapia no combate a certas bactérias do intestino que causam sintomas de infecção como o metronidazol, ciprofloxacino, ampicilina e sulfamidas.

Mudanças na dieta tais como:

  • Evitar bebidas com gás, alimentos ricos em fibras.
  • Recomenda-se ingestão de água e refeições pequenas e frequentes.
  • Créditos imagem:
  • <a href=”https://www.freepik.com/free-photos-vectors/people”>People image created by Freepik</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *