Pleurisia é uma infecção das superfícies entre os pulmões e a parede torácica interna, a pleura. Este tipo de agravo, costuma ser uma complicação da pneumonia bacteriana, mas atualmente  pouco comum devido ao uso de antibióticos. A pleurisia se torna contagiosa, se a infecção que a causa, também for contagiosa.

  • Existem muitas causas potenciais que podem desencadear pleurisia, como  pancreatite, câncer de pulmão  e feridas no peito por armas de fogo, branca e acidentes.
Sintomas

O principal sintoma da pleurisia é uma dor aguda ou constante no peito. A dor pode se apresentar em um ou ambos os lados do peito, ombros e costas. Muitas vezes, pioram com o movimento da respiração.

Outros sintomas incluem:

  • Falta de ar,  respiração rápida e superficial
  • Tosse
  • Perda de peso inexplicada
  • Batimento cardíaco acelerado

A pleurisia é frequentemente causada por uma infecção viral. Nestes casos, os sinais e sintomas se apresentam da seguinte forma:

  • Dor de garganta
  • Febre
  • Dor de cabeça
  • Dores nas articulações
  • Dores musculares
Tratamento

O tratamento da pleurisia, objetiva  a identificação do fator causal e a destruição do mesmo, como vírus ou bactérias. Antibióticos são indicados se a doença for causado por  infecção bacteriana.

Em alguns casos, pode ser necessária a colocação de um dreno de tórax na cavidade pleural.

Para dor,  é comum o uso de aspirina, ibuprofeno ou anti-inflamatórios não esteroidais  (AINEs).

O tratamento depende da causa e da gravidade da condição.

Causas

Uma variedade de fatores, podem causar pleurisia, na maioria dos casos ocorre como complicação de outras doenças tais como:

 

  • Infecções bacterianas, como pneumonia e tuberculose
  • Ferimentos por arma de fogo, ou arma branca, onde haja lesão torácica
  • Tumor pleural
  • Lúpus e artrite reumatoide
  • Anemia falciforme e artrite
  • Pancreatite
  • Embolia pulmonar
  • Cirurgia cardíaca
  • Câncer de pulmão
  • Linfoma
  • Infecção pulmonar fúngica ou parasitária
  • Doença inflamatória intestinal

A pleurisia, afeta com mais frequência pessoas com mais de 65 anos, e indivíduos com doenças pré existentes, que sofreram recentemente uma lesão no peito, ou foram submetidas a cirurgia cardíaca.

Cigarros raramente são a causa direta da ocorrência de pleurisia. No entanto, um indivíduo com pleurite é aconselhado a não fumar, pois muitas vezes o cigarro  leva à tosse, e isso pode aumentar a dor.

Diagnóstico

O diagnóstico de pleurisia, é feito através de um exame físico e avaliação do histórico do portador.

Buscando a identificação da causa da inflamação e descartando outras possíveis causas dos sintomas.

O médico, poderá solicitar radiografias de tórax, bem como exames laboratoriais.

Em alguns casos, pode acontecer  acúmulo de fluido no pulmão, em um processo conhecido como derrame plural, nesse caso uma punção será realizada para coletar uma amostra de fluido da pleura para análise a  toracocentese.

A pleurisia, também pode ser diagnosticada por meio de exames de imagem, como tomografia computadorizada ou ressonância magnética.

Créditos imagem:

<a href=”https://www.freepik.com/free-photos-vectors/people”>People image created by Freepik</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *