Os idosos são mais vulneráveis aos sucessivos recordes de temperatura registrados em diferentes partes do mundo nos últimos anos, que induzem, por exemplo, a alterações no mecanismo de controle da temperatura corpórea, conforme apontam especialistas da área de geriatria.

Para ler a matéria, CLIQUE AQUI.

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *