Problemas sexuais são mais comuns em mulheres na pós-menopausa, o que sugere que a menopausa pode ter um papel importante na redução da libido.

O desejo sexual reduzido na mulher pode ser causado por níveis diminuídos de estrógeno o que pode diminuir a excitação e resultar em sexo doloroso.

Menopausa e libido
Os sintomas da menopausa podem ter um efeito negativo no relacionamento de uma mulher com seu parceiro.

A menopausa pode causar mudanças físicas e emocionais que afetam a vida da mulher, incluindo a vida sexual.

Alguns sintomas e efeitos colaterais associados à menopausa incluem:

  • problemas de controle da bexiga
  • ansiedade
  • depressão
  • diminuição do desejo sexual e desejo (libido)
  • Dificuldade para dormir
  • cabelo ralo
  • ganho de peso

Esses efeitos podem afetar a qualidade de vida da mulher e o relacionamento com o parceiro.

O que é libido?

Libido refere-se ao interesse sexual e prazer.

Algumas mulheres que passaram pela menopausa apresentaram redução da libido, mas as causas variam de pessoa para pessoa.

De acordo com um estudo as taxas relatadas de problemas sexuais em mulheres na pós-menopausa estão entre 68 e 86,5%.

Por que a menopausa afeta a libido?

Diminuição dos níveis de estrogênio pode resultar em redução do fluxo sanguíneo para a vagina, o que pode fazer com que os tecidos da vagina e dos lábios se tornem mais finos. Se isso acontecer, eles se tornam menos sensíveis à estimulação sexual.

O fluxo sanguíneo diminuído também afeta a lubrificação vaginal e a excitação. Como resultado, a mulher pode ter dor e perda de desejo pelo sexo e dificuldade em atingir o orgasmo. O sexo pode ser desconfortável e doloroso.

Níveis de hormônios flutuam durante a perimenopausa e a menopausa e afetar a saúde mental da mulher, o que, por sua vez, pode causar diminuição de sua libido

As mudanças nos níveis hormonais que a mulher pode sentir durante a menopausa podem causar irritação e depressão, de modo que lidar com o estresse diário pode parecer mais difícil.

De acordo com um artigo, mulheres que têm efeitos colaterais mais significativos associados à menopausa, são mais propensas a relatar problemas com a libido.

Exemplos desses efeitos colaterais incluem ondas de calor, depressão, ansiedade, dificuldade para dormir e fadiga.

Dicas para melhorar a libido

Existem várias formas de aumentar a libido, que incluem tratamentos médicos, mudanças de estilo de vida entre outros.

Caso ocorra alterações no tecido vaginal, como pele muito fina e secura, pode se considerar a terapia com estrógeno.

Prescrição de estrogênio pode ser aplicado diretamente na vagina em forma de cremes, pílulas ou anéis vaginais, estes cremes contêm doses baixas de estrógeno.

Alguns médicos podem recomendar o uso de pílulas de estrógeno que contém níveis mais altos de hormônios. Esse tratamento, conhecido como TRH (terapia de reposição hormonal) e pode ajudar a reduzir os sintomas da menopausa, como ondas de calor e alterações de humor, mas só deve ser feita com prescrição médica, devido aos riscos a saúde.

Uma mulher que pensa em terapia de reposição hormonal deve conversar com seu médico antes de começar a tomar qualquer medicação.

Em alguns casos pode-se optar por consultar um terapeuta especializado em disfunção sexual ou melhorar o sexo. Às vezes, os casais podem querer participar da terapia juntos.

Mudanças de estilo de vida

Algumas mulheres podem optar pelo uso de lubrificantes solúveis em água durante o sexo, mas sempre recomenda-se usar preservativos na hora do sexo.

O aumento da atividade física, como a prática de 30 minutos ou mais de exercícios rotineiros, pode ajudar a reduzir os sintomas relacionados à menopausa, incluindo a redução da libido. Ingestão de dieta saudável também pode melhorar a sensação geral de bem-estar.

Mudar os hábitos sexuais

Há muitas maneiras de se promover uma melhor intimidade com o parceiro, incluindo:

  • Mudar as rotinas sexuais: experimente passar longos períodos em preliminares, usar vibradores ou outros brinquedos sexuais para melhorar a experiência íntima, quem saber se envolver em atividades sexuais ou tocar sem o objetivo do orgasmo no parceiro.
  • Aliviando o estresse juntos: Existem muitas técnicas para aliviar o estresse que um casal pode fazer fora do quarto para aumentar a intimidade. Exemplos incluem, dar um passeio, ou gastar tempo fazendo passatempos juntos, como exercício, artesanato ou cozinhar.
  • Praticar a masturbação: gastar tempo sozinho e explorar quais tipos de toque e estimulação sexual funcionam para algumas mulheres e pode ajudar na conversa com o parceiro sobre as necessidades e preferências. Também pode fazer a mulher sentir-se mais confortável com a atividade sexual sem a pressão de um parceiro.
Remédios naturais

Alguns remédios naturais que são usados ​​para aumentar a libido em mulheres incluem:

  • Black cohosh
  • trevo vermelho
  • soja

Entretanto é fundamental a orientação de um médico antes de qualquer terapêutica.

Fonte:

https://www.webmd.com/menopause/guide/sex-menopause#1

https://www.medicalnewstoday.com/articles/320266.php

https://www.healthline.com/health/menopause/menopause-libido

Créditos de imagem:

<a href=”https://www.freepik.com/free-photos-vectors/flower”>Flower photo created by freepik – www.freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *