Os angiomas cereja são manchas comuns e inofensivas na pele tem um formato de cúpulas vermelhas brilhantes com até 6 milímetros de diâmetro. Vasos sanguíneos rompidos geralmente lhes conferem uma aparência avermelhada, mas também podem ser azuis ou roxos, e até os mais escuros são quase negros. Eles geralmente aparecem no tronco do corpo e nos membros superiores, aparecem com menor frequência nas mãos, pés e rosto.

Ainda não se sabe o que causa os angiomas cereja, mas os seguintes fatores podem desempenhar um papel em seu desenvolvimento:

  • envelhecimento
  • mutações genéticas
  • Exposição UV
  • certos medicamentos, como ciclosporina ou hormônios
  • malignidade (no caso de angiomatose eruptiva)
  • herpes vírus humano-8 (no caso de angiomatose eruptiva)

Os angiomas em cereja tendem a ser assintomáticos, o que significa que simplesmente existem na pele sem causar quaisquer outros efeitos.

No entanto, podem sangrar se forem cutucados  ou se sofrerem qualquer forma de trauma.

Tratamento

Do ponto de vista clínico não é necessário remover os angiomas cereja. No entanto, o portador  pode desejar removê-los por motivos cosméticos.

Uma das formas de remoção é  eletrocauterização onde uma agulha elétrica queima e destrói os vasos sanguíneos.

Se o angioma for grande, o médico pode raspar o local e eletrocauterizar a pele abaixo.

Como alternativa, eles podem recomendar a criocirurgia ou cirurgia com laser de CO2 . Que consiste na aplicação de nitrogênio líquido no local para congelar p angioma. Outro tratamento é a cirurgia a laser que remove o local com um feixe de luz.

A remoção de um angioma em cereja por meio de tratamento médico pode causar cicatrizes. É importante discutir todas as técnicas de remoção com um dermatologista para garantir que a remoção de quaisquer manchas seja mais benéfica  do que possíveis cicatrizes.

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *