Blefaroptose é o termo específico para queda da pálpebra. As pálpebras caídas podem alterar a aparência ou causar problemas como visão obscurecida.

As principais causas de pálpebras caídas são:

  • Fraqueza nos músculos elevadores da pálpebra superior
  • Disfunção dos nervos que controlam o músculo
  • Pele solta ou em excesso nas pálpebras

A ptose pode ocorrer em um ou ambos os olhos em qualquer idade.

Quando o diagnóstico é feito em bebês é chamada de ptose congênita que não é comum e ocorre apenas em cerca de 1 em 840 bebês. As possíveis causas de ptose congênita incluem:

  • Fraqueza dos músculos da pálpebra superior
  • Anormalidades genéticas ou cromossômicas
  • Disfunção neurológica

Pessoas que desenvolvem tardiamente tem ptose adquirida, que ocorre devido ao processo de envelhecimento, onde os músculos da pálpebra responsáveis ​​por elevar e abaixar a pálpebra podem enfraquecer e causar flacidez. A pele e os tendões da pálpebra superior também ficam mais frouxos. Outros fatores que podem desencadear ptose adquirida incluem:

  • Doenças degenerativas
  • Distúrbios hereditários
  • Tumores ao redor dos olhos
  • Infecções
  • Diabetes
  • Miastenia Gravis doença autoimune que resulta em fraqueza muscular e fadiga
  • Síndrome de Horner
  • Inchaço na pálpebra
  • Injeções de botox que paralisam acidentalmente os músculos da pálpebra superior ou da sobrancelha
  • Paralisia de Bell
  • Conjuntivite papilar gigante

Crédito de imagem:

<a href=’https://www.freepik.com/photos/family’>Family photo created by rawpixel.com – www.freepik.com</a>23

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *