A doença de Whipple é uma infecção bacteriana rara, que afeta com mais frequência as articulações e o sistema digestivo, este agravo interfere na digestão normal prejudicando a decomposição dos alimentos e a capacidade do corpo de absorver nutrientes, como gorduras e carboidratos. Também pode infectar outros órgãos, incluindo cérebro, coração e olhos.

Sem tratamento adequado, a doença de Whipple pode ser séria ou fatal.

Sinais e sintomas comuns

Os sinais e sintomas digestivos na doença de Whipple e podem incluir:

  • Diarreia;
  • Cólicas estomacais, que podem piorar após as refeições;
  • Perda de peso, associada à má absorção de nutrientes;

Outros sinais e sintomas frequentes associados à doença de Whipple incluem:

  • Articulações inflamadas, principalmente tornozelos, joelhos e pulsos
  • Fadiga
  • Fraqueza
  • Anemia
Sinais e sintomas menos comuns

Em alguns casos, os sinais e sintomas da doença de Whipple podem incluir:

  • Febre
  • Tosse
  • Linfonodos aumentados
  • Escurecimento da pele em áreas expostas ao sol e em cicatrizes
  • Dor no peito

Os sinais e sintomas do cérebro e do sistema nervoso (neurológicos) podem incluir:

  • Dificuldade em caminhar
  • Problemas de visão, incluindo falta de controle dos movimentos dos olhos
  • Confusão
  • Perda de memória

Os sintomas, tendem a se desenvolver lentamente ao longo de muitos anos na maioria das pessoas com esta doença. Em algumas pessoas, sintomas como dores nas articulações e perda de peso surgem anos antes dos sintomas digestivos que levam ao diagnóstico.

Causas

A doença de Whipple é causada por um tipo de bactéria chamada Tropheryma whipplei. A bactéria afeta primeiro o revestimento da mucosa do intestino delgado, formando pequenas feridas (lesões) dentro da parede do intestino. A bactéria também danifica as vilosidades que revestem o intestino delgado.

Não se sabe muito sobre a bactéria. Embora pareçam estar presentes no meio ambiente, os cientistas não sabem de onde vêm ou como se espalharam para os humanos. Nem todos os portadores da bactéria desenvolvem a doença. Alguns pesquisadores acreditam que as pessoas com a doença podem ter um defeito genético na resposta do sistema imunológico que as torna mais propensas a adoecer quando expostas à bactéria.

A doença de Whipple é extremamente incomum, afetando menos de 1 em 1 milhão de pessoas.

Tratamento

doença de Whipple pode ser tratada com antibióticos. O portador recebe ceftriaxona ou penicilina inicialmente pela veia por duas a quatro semanas e, depois, recebe trimetoprima/sulfametoxazol ou uma combinação de doxiciclina e hidroxicloroquina tomada por via oral durante, no mínimo, doze meses.

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *