Os níveis de açúcar no sangue são a principal preocupação das pessoas com diabetes. Alto nível de açúcar no sangue, conhecido como hiperglicemia, ocorre quando o nível de açúcar no sangue de uma pessoa ultrapassa os 180 miligramas por decilitro (mg / dL).

Níveis elevados de açúcar no sangue pode ser perigoso se não for gerenciado prontamente pois pode levar a complicações graves a curto e médio prazo.

O controle dos níveis de açúcar no sangue nos níveis-alvo ajuda os portadores de diabetes a evitar complicações graves da doença.

Com o tempo, valores elevados de açúcar no sangue, pode danificar pequenos e grandes vasos sanguíneos em vários órgãos e sistemas, levando a sérias consequências, como:

  • deficiência visual e cegueira
  • úlceras nos pés, infecções e amputações
  • insuficiência renal e diálise
  • Infarto e Acidente vascular encefálico
  • Doença vascular periférica que é causada quando o fluxo sanguíneo para os membros fica reduzido
  • danos ao sistema nervoso, levando à dor e fraqueza

Ao manter os níveis de açúcar no sangue abaixo de 100 mg / dL antes de comer e abaixo de 180 mg / dL depois de comer, em portadores de diabetes pode garantir a qualidade de vida a esses indivíduos.

No entanto existem algumas formas de diminuir os níveis altos de açúcar no sangue e reduzir o risco de complicações. Entre eles:

1.Monitore de perto os níveis de açúcar no sangue

Níveis elevados de açúcar no sangue geralmente não causam sintomas até que ultrapassem os 200 mg / dL. Como tal, é essencial que o portador de diabetes,  monitore o açúcar no sangue várias vezes ao dia.

As recomendações sobre a frequência da verificação dos níveis de glicose durante o dia variam de pessoa para pessoa. Seu médico pode fazer recomendações seguras,  sobre o monitoramento de açúcar no sangue em portadores de diabetes.

2. Reduza a ingestão de carboidratos

A ingestão, de uma dieta pobre em carboidratos e rica em proteínas reduz os níveis de açúcar no sangue.

O corpo decompõe carboidratos em açúcar,  uma vez que o corpo usa como energia. Alguns tipos de carboidratos são necessários na dieta. No entanto, para pessoas com diabetes, ingerir carboidratos em excesso pode causar aumento no açúcar no sangue.

3. Procure comer carboidratos certos

Os dois principais tipos de carboidratos – simples e complexos – afetam os níveis de açúcar no sangue de maneira diferente.

Os carboidratos simples são compostos principalmente de um tipo de açúcar. Eles são encontrados em alimentos, como pão branco, macarrão e doces. O corpo divide esses carboidratos em açúcar muito rapidamente, o que faz com que os níveis de açúcar no sangue subam rapidamente.

Os carboidratos complexos são compostos de três ou mais açúcares que estão ligados. Como a composição química desses tipos de carboidratos é complicada, o corpo leva mais tempo para decompô-los.

Como resultado, o açúcar é liberado no corpo mais gradualmente, o que significa que os níveis de açúcar no sangue não aumentam rapidamente após a ingestão. Exemplos de carboidratos complexos incluem, aveia integral e batata doce.

4. Escolha alimentos com baixo índice glicêmico

O índice glicêmico mensura e classifica vários alimentos pela forma que eles elevam o açúcar no sangue. Pesquisas demonstram, que após uma dieta com baixo índice glicêmico,  os níveis de açúcar no sangue em jejum também diminuem.

Alimentos com baixo índice glicêmico são aqueles com pontuação abaixo de 55 no índice glicêmico. Exemplos de alimentos com baixo índice glicêmico incluem:

  • batata doce
  • legumes
  • leite desnatado
  • folhas verdes
  • vegetais sem amido
  • nozes e sementes
  • carnes
  • peixe
  • 5. Aumente a ingestão de fibras alimentares

As fibras desempenham um papel importante no gerenciamento de açúcar no sangue, diminuindo a taxa de quebra de carboidratos e a taxa de absorção do açúcar pelos açúcares resultantes.

Existem dois tipos de fibras, as solúveis e as insolúveis. Dos dois tipos, a fibra solúvel é a mais útil no controle do açúcar no sangue.

A fibra solúvel está nos seguintes alimentos:

  • legumes
  • grãos integrais
  • frutas
  • 6. Mantenha um peso saudável

Perder peso ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue. O excesso de peso está relacionado ao aumento da ocorrência de diabetes pois o organismo desenvolve resistência insulina.

Estudos referem que reduzir o peso em apenas 7%,  pode diminuir as chances de desenvolver diabetes em 58%.

Comer uma dieta saudável cheia de frutas e legumes e fazer exercícios suficientes pode ajudar uma pessoa a perder peso ou manter seu peso atualmente saudável.

7. Exercite-se regularmente

O exercício tem muitos benefícios para portadores de diabetes, pois auxilia na perda de peso e aumenta a sensibilidade a insulina.

A insulina é um hormônio que ajuda a quebrar o açúcar no sangue. Diabéticos não produzem insulina suficiente, ou são resistentes à insulina produzida pelo organismo.

O exercício também ajuda a diminuir os níveis de açúcar no sangue, incentivando os músculos do corpo a usar açúcar para obter energia.

8.Hidrate-se

Hidratação adequada é a chave para um estilo de vida saudável. Para pessoas preocupadas com a redução de açúcar no sangue, é crucial.

Beber água evita a desidratação e ajuda os rins a remover açúcar extra do corpo na urina.

Pessoas que desejam reduzir os níveis de açúcar no sangue, devem beber água e evitar bebidas açucaradas, como suco de frutas ou refrigerantes, que podem aumentar os níveis de açúcar no sangue.

Também devem reduzir a ingestão de álcool.

9. Gerencie o estresse

O estresse tem um impacto significativo nos níveis de açúcar no sangue. O corpo libera hormônios em situações de estresse, e esses hormônios aumentam os níveis de açúcar no sangue.

Estudos demonstraram que, gerenciar o estresse através da meditação e do exercício, pode ajudar a diminuir os níveis de açúcar no sangue.

10. Durma o suficiente

O sono ajuda a reduzir a quantidade de açúcar no sangue. Dormir adequadamente todas as noites é uma excelente maneira de ajudar a manter os níveis de açúcar no sangue em um nível normal.

Os níveis de açúcar no sangue tendem a aumentar nas primeiras horas da manhã. Na maioria das pessoas, a insulina diz ao corpo o que fazer com o excesso de açúcar, o que mantém os níveis normais de açúcar no sangue.

A falta de sono pode ter um efeito semelhante à resistência à insulina, o que significa que o nível de açúcar no sangue pode aumentar significativamente devido à falta de sono.

Créditos de imagem:

<a href=”https://www.freepik.com/free-photos-vectors/people”>People photo created by jcomp – www.freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *