Alguns cuidados podem ser tomados para prevenção de certos tipos de Demência, especialistas recomendam tentar prevenir a perda auditiva, diabetes, hipertensão, obesidade, traumatismos cranianos e depressão, bem como reduzir o tabagismo, reduzir o consumo de álcool e medidas para reduzir a poluição do ar ambiente.

Também sugerem que o aumento dos níveis de educação, níveis de atividade física e interação social podem ajudar a reduzir o risco de demência.

Políticas públicas com foco no envelhecimento ativo:

  • ⇒Promoção de educação de qualidade
  • ⇒Estímulo a estilos de vida ativos
  • ⇒Combate ao tabagismo
  • ⇒Reduzir a exposição a poluição
  • ⇒Incentivar a diminuição da ingestão de álcool
  • ⇒Medidas de prevenção de ferimentos na cabeça, principalmente em indivíduos com alto risco de quedas
  • ⇒Incentivar dietas saudáveis e intervenções no estilo de vida que ajudem a prevenir a obesidade e o diabetes
  • combater a hipertensão e aos fatores de risco que levem a sua ocorrência
  • ⇒Evitar a altos níveis de ruído para prevenir a perda auditiva e encorajar indivíduos com perda auditiva a usarem aparelhos auditivos
  • ⇒Manter-se cognitivamente, fisicamente e socialmente ativo

Entretanto o que se sabe atualmente, é que o maior risco conhecido de demência tardia é genético, mas fatores modificáveis podem para reduzir as chances de sofrer de demência.  Isso é de vital importância, pois a população mundial está envelhecendo e a promoção a saúde pode diminuir as chances de desenvolver certos tipos de demências.

Fonte:

https://www.thelancet.com/journals/lancet/article/PIIS0140-6736(20)30367-6/fulltext

Créditos de imagem:

<a href=’https://www.freepik.com/photos/woman’>Woman photo created by rawpixel.com – www.freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *