A dança proporciona benefícios físicos, psicológicos e sociais em abundância, então coloque que tal colocar um sapato confortável e começar a dançar. Vamos falar um pouco dos benefícios da dança a saúde:

Dançar melhora o equilíbrio e o humor

Estudos afirmam que a dança melhora o equilíbrio, mesmo em idosos frágeis. Dançar promove melhorias na marcha, na velocidade de marcha e no tempo de reação, bem como no desempenho motor cognitivo e fino. Pesquisas recentes de dança incluíram jazz, dança de salão, tango, folk e uma série de movimentos de dança lentos e de baixo impacto – qualquer tipo de dança é benéfico.

Um pesquisa publicada no Jornal Europeu de Medicina Física e Reabilitação, em 2009, refere que a dança pode melhorara a qualidade de vida de portadores de Parkinson.

Dançar também melhora o humor, pois reduz a depressão, a ansiedade e o estresse e aumenta a autoestima, a imagem corporal, a capacidade de enfrentamento e a sensação geral de bem-estar, com os benefícios durando ao longo do tempo.

Embora outras formas de exercício possam ter os mesmos benefícios, a dança é mais atraente para algumas pessoas, devido a socialização que ela permite.

Promove a saúde do coração e o controle de peso

Se a dança aumentar a frequência cardíaca, pode ser uma boa forma de exercício aeróbico, o que é bom para o coração. Um estudo descobriu que, em pessoas com insuficiência cardíaca crônica estável, a valva lenta (intervalada) melhora a função cardíaca e dos vasos sanguíneos,  assim como um programa moderado de exercícios aeróbicos.

Em média, uma pessoa de +- 70 kg queima cerca de 240 calorias por hora ao dançar. Mas os números variam muito, de menos de 200 calorias por hora para danças lentas, como o tango, até cerca de 350 calorias se dançar mais rápido como o swing – e mais de 500 calorias para a dança de aeróbica.

Como existem muitos tipos diferentes de dança, que sabe  encontrar um estilo que combine com conosco seja de alto ou baixo impacto, rápido ou lento, nível de dificuldade, tipo de música, com ou sem um parceiro.

Alguns exemplos de dança – para um estilo otimista de queima de calorias, que tal uma dança com balança, caso opte por algo mais reservado, o tango.

O Foxtrote é uma boa escolha para iniciantes; passo rápido para dançarinos mais avançados.

Se a gosto for uma dança mais picante, por que não tentar salsa ou mambo? Dançar com paixão? Flamenco pode ser uma opção. Se a dança de grupo agrada, há dança a dança folclórica.

Além de estúdios de dança que dão aulas individuais e em grupo, muitas academias têm aulas de dança como Zumba, que combinam dança e aeróbica; alguns incorporam estilos como Hip Hop, e balé, além de Pilates ou outros exercícios básicos.

Há inúmeras muitas vantagens em incorporar a dança em nossa rotina regular de atividade física, e isso pode se a motivação para encontrar outros tipos de exercícios, como andar na esteira ou pedalar.

E não vamos negligenciar os benefícios sociais: a dança é uma ótima maneira de passar um tempo de qualidade com um parceiro ou conhecer novas pessoas, se não houver  um parceiro.

Fonte:

http://www.berkeleywellness.com/fitness/active-lifestyle/article/many-health-benefits-dancing

Créditos de imagem:

<a href=”https://www.freepik.com/free-photos-vectors/background”>Background vector created by kjpargeter – www.freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *