O colesterol alto é um dos principais fatores de risco para doenças cardíacas. Aumenta a chance de desenvolver doenças cardíacas, de sofrer infarto e Acidente Vascular Encefálico (derrame). Níveis de lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol ruim) aumentam o risco de sofrer destas condições.

Algumas ervas e alimentos podem ser um importante aliado na redução e controle do colesterol no organismo. Então vamos conhecer alguns deles:

Astrágalo

Astragalus é uma erva usada para melhorar o sistema imunológico na medicina tradicional chinesa. Tem propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias. É considerado um “adaptógeno”. Isso significa que pode proteger o corpo contra vários tipos de estresse.

Estudos sugerem que o astrágalo pode ter alguns benefícios para o coração. Mas de acordo com o Centro Nacional de Saúde Complementar e Integrativa (NCCIH) ainda faltam ensaios clínicos em seres  humanos de alta qualidade. Mais pesquisas são necessárias para aprender como o astrágalo pode afetar seus níveis de colesterol e a saúde do coração.

Espinheiro

O espinheiro é um arbusto relacionado da família da rosa. Suas folhas e flores têm sido usadas para problemas cardíacos desde a época do Império Romano.

Alguns estudos descobriram que a planta pode ser um tratamento eficaz para formas mais leves de insuficiência cardíaca. No entanto, não há evidências científicas suficientes para saber se o espinheiro é eficaz para outros problemas cardíacos.

Linhaça

Linhaça vem da planta de linho. O óleo de linhaça contêm altos níveis de ácido alfa-linolênico (ALA). Que é um ácido graxo ômega-3 que pode ajudar a diminuir o risco de doença cardíaca.

Estudos sugerem,  que a  linhaça pode ajudar a reduzir o colesterol, particularmente entre pessoas com altos níveis de colesterol e mulheres na pós-menopausa.

Peixe ricos em ômega-3

Os ácidos graxos ômega-3 também são encontrados em peixes e óleos de peixe. Salmão, atum, truta do lago, arenque, sardinha e outros peixes gordurosos são fontes especialmente ricas.

Segundo a Clínica Mayo, especialistas acreditam,  que os ácidos graxos Ômega-3 presentes nos peixes ajudam a reduzir o risco de morte por doenças cardíacas. Estudos mais recentes sugerem que outros nutrientes nos peixes, ou uma combinação desses nutrientes e ácidos graxos ômega-3, podem ajudar a proteger o coração. Incluir  uma ou duas porções de peixe ricos em ômega 3 nas refeições na  semana pode diminuir as chances de morrer de ataque cardíaco.

Alho

O alho tem sido usado como ingrediente culinário e medicinal há milhares de anos. Pode ser ingerido cru ou cozido. Também está disponível em forma de suplemento, como cápsula gelatinosa.

Algumas pesquisas sugerem que o alho pode ajudar a reduzir a pressão arterial, reduzir os níveis de colesterol no sangue e retardar o progresso da aterosclerose, No entanto, como acontece com muitas terapias alternativas, os estudos sobre os efeitos do alho na saúde do coração, ainda necessitam de mais comprovação. Por exemplo, alguns estudos descobriram que a ingestão de  alho entre um a três meses ajuda a diminuir os níveis de colesterol no sangue.

Suplementos de esterol e estanol de plantas

Esteróis e estanóis de plantas são substâncias encontradas em muitas frutas, legumes, nozes, sementes, grãos e outras plantas. Alguns alimentos processados ​​também são enriquecidos com esteróis ou estanóis vegetais. Por exemplo, podemos encontrar estes suplementos em margarinas fortificadas, suco de laranja ou produtos lácteos como iogurtes.

Pesquisas sugerem que os esteróis e estanóis vegetais podem reduzir o risco de doença cardíaca, segundo a Cleveland Clinic. Eles ajudam a evitar que o intestino delgado absorva o colesterol. Isso pode diminuir os níveis “ruins” de colesterol LDL no sangue.

No entanto atenção:
  1. Não há evidências concretas de que remédios alternativos ou herbais possam reduzir o colesterol.
  2. A maioria dos remédios naturais não é regulamentada, o que significa que alguns efeitos colaterais podem ser desconhecidos.

Entretanto algumas medidas podem ser tomadas para tentar controlar os níveis de colesterol no sangue, como por exemplo:

→Parar de fumar.

→Controle de peso.

→Praticar atividade física

→Ingestão de alimentos saudáveis ​, incluindo alimentos ricos em fibras solúveis e ácidos graxos ômega-3.

→Limitar o consumo de alimentos ricos em gorduras saturadas.

→Elimine gorduras trans da dieta.

Fonte:

https://www.healthline.com/health/heart-disease/natural-remedies-cholesterol#high-

Créditos de imagem:

<a href=”https://www.freepik.com/free-photos-vectors/food”>Food photo created by rawpixel.com – www.freepik.com

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *