A tendinose é uma lesão crônica do tendão. É uma condição comum, mas que as vezes pode ser diagnosticada erroneamente como tendinite.

O que é tendinose?

Os tendões são cordões fibrosos e resistentes que prendem os músculos aos ossos. Os tendões são formados de fibras retas e paralelas de colágeno.

A tendinose ocorre quando os tendões se degeneram e começam a se quebrar,  podem apresentar pequenas rupturas ou fibras de colágeno desorganizadas em vez de fibras de colágeno retas.

Essa condição é mais comum nos tendões do cotovelo, ombro, joelho, quadril e calcanhar de Aquiles e pode estar ligada a outras doenças subjacentes, como cotovelo de tenista e ombro de nadador.

Sintomas

A tendinose se refere ao endurecimento, espessamento e cicatrização dos tendões. Isso causa dor e perda de flexibilidade na articulação.

Os sintomas comuns de tendinose são:

  • dor em queimação localizada e inchaço ao redor do tendão
  • dor que piora durante e após a atividade
  • rigidez nas articulações
  • movimento articular restrito
  • dor que persiste por vários meses
Causas

A tendinose geralmente é causada pelo uso excessivo do tendão, mas também pode ser causado por trauma físico, como queda ou lesão esportiva.

Hobbies ou profissões que exijam pressçao repetida nos tendões podem causar tendinose. Atletas e trabalhadores manuais, por exemplo, são mais propensos a esse distúrbio.

Problemas de tendão são comuns em pessoas idosas, pois as articulações se tornam menos flexíveis à medida que envelhecemos. Indivíduos portadores de artrite nas articulações, também podem ser mais propensas a desenvolver tendinose.

Tratamento

Normalmente, os tendões demoram muito para cicatrizar, por isso os tratamentos para a tendinose visam acelerar os processos naturais de cura do corpo. Seguem algumas dicas para administrar a doença;

  • Descansaro tendão e evitando movimentos repetitivos. Isso pode incluir fazer uma pausa a cada 15 minutos ao fazer atividades repetitivas, como digitar.
  • Alongamentodo tendão para aumentar sua amplitude de movimento e flexibilidade e para promover a circulação.
  • Massageara área afetada para promover a circulação.
  • Fortalecimento dos músculos ao redor do tendãocom exercícios para reduzir a tensão diária sobre o tendão lesado.
  • Usar aparelho ortodôntico ou fita adesivapara proteger o tendão de novas lesões.

O tratamento também pode ser feito através de :

  • Terapia extracorpórea por ondas de choque que envolve a aplicação de ondas de pressão na superfície da pele. Isso promove a regeneração do tecido e acelera o processo de cicatrização.
  • Cirurgia remover o tecido danificado pode aliviar a dor e permitir a cura do tendão.
  • As injeções de corticosteroidesao redor do tendão ajudam a diminuir a dor e o inchaço em curto prazo. No entanto, também podem aumentar a probabilidade de recaídas e, às vezes, prejudicar a produção de colágeno.
  • As injeções de plasma rico em plaquetas (PRP)envolvem a injeção de plasma do sangue da pessoa em áreas ao redor do tendão. As plaquetas promovem a reparação e a cura das células.

Créditos de imagem:

<a href=’https://www.freepik.com/photos/medical’>Medical photo created by kjpargeter – www.freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *