O Yoga refere-se a uma série de práticas que interligam a mente e corpo que se originou na tradição hindu.

No entanto, esta prática vem crescendo em popularidade em todo o mundo como uma prática alternativa de bem-estar.

Estatísticas mostram que, em 2015, somente nos Estados Unidos, 36,7 milhões de pessoas praticaram ioga e, até 2020, as estimativas sugerem que esse número terá aumentado para mais de 55 milhões de pessoas.

As pessoas que praticam ioga muitas vezes compartilham histórias sobre o efeito benéfico em sua saúde mental e física. Intrigados com esses relatos, alguns cientistas decidiram verificar se os benefícios são reais.

De fato, alguns estudos descobriram que diferentes práticas de yoga são capazes de melhorar a sensação geral de bem-estar de uma pessoa, bem como vários aspectos da saúde física.

Por exemplo, uma série de estudos de 2017 sugeriu que as pessoas que participaram de um programa de ioga apresentaram níveis mais baixos de ansiedade e depressão. .

Um estudo de 2016 descobriu que a prática de yoga estava relacionada  a um menor risco de comprometimento cognitivo em idosos e pesquisas feitas no início de 2019,  concluíram que oito semanas de prática intensa de ioga reduziram os sintomas de artrite reumatoide.

Agora, pesquisadores da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido, realizaram uma revisão, analisando os achados de 22 ensaios clínicos randomizados e por conglomerados que avaliaram os benefícios da prática de Yoga para idosos saudáveis.

Os testes consideraram os efeitos de variados programas de Yoga – com duração do programa entre 1 e 7 meses e duração de sessões individuais entre 30 e 90 minutos – tanto no bem-estar mental quanto no físico.

Yoga tem um grande potencial’ para melhorar a saúde

Na revisão, apresentada em um artigo de acesso aberto no International Journal of Behavorial Nutrition and Physical Activity, os pesquisadores conduziram análises estatísticas para avaliar as descobertas combinadas dos 22 estudos. Eles compararam os benefícios associados ao Yoga com os de outras atividades físicas leves, como caminhar e fazer ginástica aeróbica.

A equipe descobriu que entre pessoas com idade média de 60 anos ou mais, a prática de Yoga – em comparação com a não prática de atividade física – ajudou a melhorar o equilíbrio físico, a flexibilidade dos movimentos e a força dos membros. Também reduziu a depressão, melhorou a qualidade do sono e aumentou a vitalidade.

Além disso, os pesquisadores notaram que os adultos mais velhos que praticavam Yoga perceberam a saúde física e mental como satisfatória

Quando comparada a outras atividades físicas leves, como caminhar, a ioga pareceu melhorar mais efetivamente a força da parte inferior do corpo de adultos idosos, aumentar a flexibilidade da parte inferior do corpo e reduzir os sintomas de depressão.

Uma grande proporção de idosos está inativa e não cumpre as recomendações de equilíbrio e fortalecimento muscular sugerida pelas organizações internacionais de saúde.

No entanto, o Yoga pode ser uma forma fácil, adaptável e atraente de atividade física, e desde que evidências sugerindo que pode ser benéfico para a saúde está se acumulando, participar de um programa de yoga pode ser uma boa opção para idosos que querem ficar em forma – fisicamente e mentalmente.

O Yoga é uma atividade suave que pode ser alterada para se adequar àqueles com doenças e condições relacionadas à idade.

Fonte:

https://www.medicalnewstoday.com/articles/325374.php

Créditos imagem:

<a href=”https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/fundo”>Fundo foto criado por kjpargeter – br.freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *