De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS)  os sintomas mais comuns do COVID-19 são:

  • Tosse seca
  • Falta de ar
  • Febre

A doença também pode causar outros sintomas, incluindo:

  • Dores no corpo
  • Coriza
  • Diarreia
  • Dor de garganta
  • Dor de cabeça

Algumas  pessoas também pode sentir calafrios, agitação e perda de paladar ou olfato.

Início e gravidade dos sintomas

Os sintomas do COVID-19 geralmente aparecem dentro 2 à 14 dias após o contágio do SARS-CoV-2. No entanto, algumas pessoas permanecem assintomáticas. Isso significa que contraíram o vírus, mas não desenvolverão nenhum sintoma.

Indivíduos que desenvolvem sintomas podem sentir que se tornam mais graves à medida que a doença progride.

Um estudo investigou a gravidade dos sintomas do COVID-19 entre 55.924 casos confirmados na China. A pesquisa indica que 80% das pessoas desenvolveram sintomas leves a moderados, enquanto 13,8% desenvolveram sintomas graves. Outros 6,1% das pessoas desenvolveram sintomas muito graves que requerem cuidados intensivos.

O que fazer quando os sintomas aparecerem
  • Auto-isolamento : ou seja ficar em casa e ficar longe de outros membros da família para evitar a propagação do vírus. Idealmente, as pessoas que apresentam sintomas de COVID-19 devem permanecer em um quarto e usar um banheiro separado para outros membros da família.
  • Procure ajuda médica,o : procurar serviços de emergência se os sintomas forem graves ou se tiver dificuldades respiratórias.
Pratique o autocuidado

Atualmente, não há tratamento específico para o COVID-19. No entanto, as seguintes medidas de autocuidado em casa podem ajudar a aliviar os sintomas e prevenir complicações:

  • beber bastante líquido para se manter hidratado
  • ingerir dieta saudável para ajudar o corpo a combater a infecção
  • descansar para ajudar na recuperação
  • usar medicamentos prescritos

É importante monitorar todos os sintomas e buscar ajudar, se começarem a piorar.

Proteger outras pessoas de contrair SARS-CoV-2

O SARS-CoV-2 se espalha através de gotículas respiratórias quando uma pessoa tosse, espirra ou fala. Também pode se espalhar quando alguém toca uma superfície na qual essas gotículas respiratórias pousaram e depois toca seu rosto.

Algumas evidencias indicam,  que também pode ser possível que o SARS-CoV-2 se espalhe pelas fezes, embora a pesquisa sobre isso seja limitada.

As pessoas que desenvolvem sintomas do COVID-19 devem tomar as seguintes medidas para proteger outras pessoas da contração da SARS-CoV-2:

  • Evite sair em público e se isole de outras pessoas dentro de casa. Isso significa ficar em uma sala separada e usar um banheiro separado, se possível.
  • Limpe todas as superfícies usadas com frequência na sala de isolamento todos os dias usando um desinfetante. Tais superfícies podem incluir mesas, balcões, maçanetas e utensílios de banheiro.
  • Certifique-se de que outras pessoas que moram na casa desinfetem essas superfícies em outras áreas da casa.
  • Cubra todas as tosses e espirros com um lenço de papel e descarte-o em uma lixeira forrada. Coloque um saco duplo em qualquer saco de lixo antes de descartá-lo.
  • Lave regularmente as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos.
  • Use um desinfetante para as mãos à base de álcool, a 70%, quando sabão e água não estiverem disponíveis.
  • Evite tocar nos olhos, boca e nariz, pois isso aumenta o risco de transferir o vírus para outras pessoas ou superfícies.
  • Evite compartilhar itens pessoais, como louças, utensílios, toalhas e roupas de cama, com outras pessoas.
  • Lave bem todos os utensílios de cozinha após o uso com água e sabão ou coloque-os na máquina de lavar louça.
  • Use uma máscara facial se for ao hospital. Se as máscaras não estiverem disponíveis, use um lenço ou bandana.
Agravamento dos sintomas

Os sintomas do COVID-19 podem piorar. Isso pode acontecer gradualmente ou rapidamente.

Exemplos de agravamento dos sintomas incluem um aumento repentino da temperatura corporal e uma tosse tão intensa que causa dificuldades respiratórias, e são caracterizados pelos seguintes sinais e sintomas:

  • dificuldade em respirar
  • dor ou pressão persistente no peito
  • coloração azulada nos lábios
  • confusão repentina ou incapacidade de acordar

 

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *