Olá pessoal, tudo bem?

Agora falaremos sobre os medicamentos utilizados para o tratamento da hipertensão arterial.

Os medicamentos para tratamento da pressão alta  ou hipertensão, agem diminuindo o volume de sangue, dilatando os vasos sanguìneos ou diminuindo os batimentos do coração.

A pressão arterial elevada é um problema de saúde pública, pois ela pode levar a acidente vascular cerebral (derrame cerebral), infarto e morte.

Os objetivos do tratamento anti-hipertensivo devem ser não somente para a redução da pressão arterial mas, também para o bem estar da pessoa e o potencial de proteção contra futuros danos aos órgãos, sempre com o objetivo de melhorar a qualidade e expectativa de vida.

Vamos ver algumas das principais drogas utilizadas para o tratamento da hipertensão, como elas agem e o que podem provocar de efeitos indesejáveis.

nifedipina, anlodipina

Como agem?

Elas impedem que o cálcio promova a contração dos vasos sanguíneos, assim eles permanecem dilatados e consequentemente diminuem a pressão arterial.

Efeitos colaterais

– Cefaléia, ruborização, taquicardia, edema (inchaço) e aumento da produção de suor

captopril, enalapril, ramipril

Como agem?

Impede a retenção de sódio e água produzido por um hormônio no nosso organismo, chamado aldosterona.

Efeitos colaterais

– Tosse seca e broncoespasmo: muitas pessoas acham que estes efeitos são alergia aos medicamentos, mas eles não passam de efeitos indesejáveis próprios deles.

losartan, valsartan, candesartan e telmisartan

Como agem?

Estas drogas impedem que o hormônio aldosterona retenha sódio e água no organismo, fazendo com que a pessoa libere mais urina e, com isso diminuindo a pressão arterial.

Efeitos colaterais

– tontura e cefaléia.

– coceira, pele seca e queda de cabelo.

– dor abdominal, náusea, diarréia e boca seca.

– reações alérgicas.

hidroclorotiazida e clortalidona

Como agem?

São os chamados diuréticos.

Eles diminuem a pressão pelo aumento da eliminação da urina, pois eliminando mais urina, o volume de sangue no organismo diminui e com isso, diminui a pressão arterial.

Efeitos colaterais

– falta de potássio no organismo: por isso quem faz uso deste medicamento é aconselhado aumentar o consumo do potássio, e isso a nossa nutricionista poderá nos falar mais sobre alimentos que contenha o potássio. Se a pessoa fica com potássio baixo no organismo ela poderá sentir câimbras musculares, principalmente nos músculos da panturrilha, sensação de boca seca, tonturas, fadiga e diminuição da libido.

– aumento do ácido úrico

– Confusão mental

– aumento do açúcar no sangue

– aumento de colesterol e triglicérides

– diminuição do sódio no organismo

furosemida, ácido etacrínico e bumetanida

Como agem?

São os chamados diuréticos tambem.

Eles diminuem a pressão pelo aumento da eliminação da urina, pois eliminando mais urina, o volume de sangue no organismo diminui e com isso, diminui a pressão arterial.

Efeitos colaterais

– falta de potássio no organismo: por isso quem faz uso deste medicamento é aconselhado aumentar o consumo do potássio, e isso a nossa nutricionista poderá nos falar mais sobre alimentos que contenha o potássio. Se a pessoa fica com potássio baixo no organismo ela poderá sentir câimbras musculares, principalmente nos músculos da panturrilha, sensação de boca seca, tonturas, fadiga e diminuição da libido.

– aumento do ácido úrico

– Confusão mental

– aumento do açúcar no sangue

– aumento de colesterol e triglicérides

– diminuição do sódio, magnésio e cálcio no organismo

espironolactona, amilorida e triantereno

Como agem?

São os chamados diuréticos tambem.

Eles diminuem a pressão pelo aumento da eliminação da urina, pois eliminando mais urina, o volume de sangue no organismo diminui e com isso, diminui a pressão arterial.

Efeitos colaterais

– aumento do potássio no organismo, porque, ao contrário dos outros diuréticos, estes medicamentos impedem que o potássio seja eliminado na urina.

– Crescimento das mamas nos homens (Ginecomastia)

– Crescimento em excessivo de pêlos nas mulheres (Hirsutismo)

propranolol, atenolol, labetalol, metoprolol, nadolol, pindolol, carvedilol, timolol

Como agem?

Estes medicamentos são conhecidos como betabloqueadores (já ouviu falar?).

Eles diminuem o batimento cardíaco e, assim diminuem a pressão arterial.

Muito utlizados, tambem, por pessoas que tem batimento cardíaco aumentado, a chamada taquicardia que pode causar uma arritmia cardíaca. Por isso são conhecidos como antiarritmicos.

Efeitos colaterais

– Dificuldade de respirar: o propranolol é o medicamento que mais provoca este efeito, mas pode aparecer nos outros também.

– diminuição da glicose no sangue

Por hoje é só, pessoal.

Abraços medicinais.


Leia também:

– Hipertensão – Como controlar

– Nutrição e Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS)


 

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *