A osteoporose senil é a perda óssea resultante do envelhecimento. Pode não causar sintomas no início, mas pode causar fraturas e dificuldade de movimentação.

A osteoporose senil causa perda óssea e se desenvolve à medida que envelhecemos, deixa os ossos fracos e aumenta o risco de fraturas.

O que é isso?

A osteoporose faz com que a massa óssea e a resistência diminuam. Isso aumenta o risco fraturas ósseas.

A osteoporose senil é um tipo de osteoporose, que resulta do envelhecimento e geralmente começa em torno dos 70 anos.

A osteoporose pode ser causada por uma variedade de fatores. Sua ocorrência torna-se mais comum à medida que envelhecemos e, particularmente, durante a menopausa. “Osteoporose pós-menopausa” refere-se à perda óssea após a menopausa.

Sintomas de osteoporose senil

A osteoporose senil é uma doença silenciosa, o primeiro sinal pode ser um osso quebrado ou fratura vertebral. Os sintomas de fratura vertebral incluem:

  • Dor forte nas costas
  • Diminuição da estatura
  • Mudanças na postura que pode levar a cifose e escoliose.

A osteoporose senil pode tornar os ossos frágeis, que podem quebrar facilmente, como uma pequena queda, (queda da própria altura), ao se curvar, levantando-se bruscamente e até tossindo.

Portadores de  osteoporose senil apresentam perda progressiva de massa óssea, e os efeitos pioram com o tempo.

Causas e fatores de risco

Qualquer pessoa pode desenvolver osteoporose senil, no entanto é mais grave nas mulheres, devido a mudanças hormonais, como as rápidas mudanças nos níveis estrógeno resultantes da menopausa.  Os homens experimentam uma redução mais gradual de testosterona à medida que envelhecem.

Os fatores de risco para ocorrência de osteoporose senil, além do envelhecimento, incluem:

  • Tamanho corporal: pessoas com ossos menores ou mais finos têm maior risco de osteoporose.
  • Raça: mulheres brancas e asiáticas têm maior risco de osteoporose do que mulheres afro-americanas.
  • História familiar: a osteoporose é mais comum em pessoas com história familiar de osteoporose ou fraturas de quadril.
  • Dieta: Uma dieta pobre em cálcio e vitamina D ou proteína pode aumentar o risco de osteoporose.
  • Fatores de estilo de vida: baixos níveis de atividade física, consumo excessivo de álcool e tabagismo podem aumentar o risco de osteoporose.

O uso prolongado de alguns medicamentos pode aumentar o risco de osteoporose. Essas drogas incluem:

  • Glicocorticóides e hormônios adrenocorticotrópicos
  • Antidepressivos do tipo Inibidores Seletivos de Recaptação de Serotonina ( Citalopran)
  • Inibidores da bomba de prótons
  • Drogas antiepilépticas
  • Terapia hormonal para tratamento de câncer

Tratamento

O tratamento para a osteoporose senil pode incluir:

Exercício

Os exercícios regulares com levantamento de peso podem melhorar a saúde óssea. Os exemplos incluem caminhar, nadar, dançar, jogar tênis, musculação e subir escadas.

Essas formas de exercício podem ajudar, aumentando a força, a coordenação e o equilíbrio. Isso reduz o risco de queda e pode tornar mais fácil realizar as tarefas diárias.

Prevenção de quedas

As seguintes estratégias podem ajudar na prevenção de quedas:

  • Praticar exercícios regulares
  • Limitar ou evitar o uso de álcool
  • Controle de Pressão Arterial
  • Dormir no mínimo 7 horas por dia
  • Usar dispositivos auxiliares, como bengala se necessário.
  • Usar sapatos de salto baixo antiderrapantes, incluindo chinelos com sola antiderrapante

É importante informar o profissional de saúde sobre qualquer queda. Eles podem fazer os ajustes necessários em um plano de tratamento e fornecer orientações sobre prevenção.

Cálcio e vitamina D

Ter uma dieta com cálcio e vitamina D suficientes é fundamental na prevenção da perda óssea. Alimentos ricos em cálcio e vitamina D incluem:

  • Brócolis
  • Vegetais de folhas verdes escuras, como couve, bok choy e folhas de nabo;
  • Laticínios com baixo teor de gordura
  • Sardinha e salmão
  • Alimentos e bebidas enriquecidos com cálcio, como leite de soja, suco de laranja e cereais

A pele absorve vitamina D por meio da luz solar. Alguns alimentos também contêm vitamina D, como:

  • Peixes gordurosos e óleos de peixe;
  • Gemas de ovo
  • Fígado
  • Alimentos e bebidas enriquecidos com vitamina D, como leite e cereais

Recomenda-se as seguintes quantidades diárias de cálcio e vitamina D para adultos mais velhos:

  • Homens com idade entre 51-70: 1000 miligramas (mg) de cálcio e 600 unidades internacionais (UI) de vitamina D por dia
  • Mulheres com idade entre 51-70: 1200 mg de cálcio e 600 UI de vitamina D por dia
  • Todos com mais de 70 anos: 1200 mg de cálcio e 800 UI de vitamina D por dia
Tratamento medicamentoso

Certos medicamentos podem ajudar a diminuir a perda óssea em pessoas com osteoporose senil. Alguns exemplos dessas drogas incluem:

  • Bisfosfonatos
  • Calcitonina, após a menopausa
  • Terapia hormonal após a menopausa
  • Inibidor de esclerostina
Prevenção

Estratégias para prevenir a osteoporose senil:

  • Mantenha-se fisicamente ativo;
  • Faça exercícios regulares de levantamento de peso, como tênis, dança ou musculação;
  • Melhore o equilíbrio através do tai chi ou ioga;
  • Dieta rica em cálcio e vitamina D;
  • Evite fumar e consumir álcool.
Créditos de imagem:

<a href=’https://www.freepik.com/photos/people’>People photo created by Racool_studio – www.freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *