O termo pigmentação significa coloração. Os distúrbios de pigmentação de pele afetam a cor da pele, comprometendo a formação de um pigmento denominado melanina que são produzidas por células específicas – os melanócitos que é uma célula dendrítica, especializada na produção de melanina, um pigmento de coloração marrom-escura– e quando estes se tornam danificados ou insalubres, afeta a produção de melanina.

É a melanina que confere cor à pele, cabelo e íris. Os níveis de melanina dependem de fatores raciais e da exposição à luz solar. A exposição ao sol aumenta a produção de melanina como mecanismo de proteção contra a radiação ultravioleta.

Se o  corpo produz muita melanina, a pele fica mais escura. A gravidez, a doença de Addison e a exposição ao sol podem tornar a pele mais escura.

As desordens do pigmento podem se disseminar por todo o corpo e afetar muitas áreas da pele, ou podem ser localizadas e afetar apenas algumas áreas específicas. As mudanças de pigmentação mais comuns na pele são:

  • Despigmentação
  • Hipopigmentação
  • Hiperpigmentação

A despigmentação é uma perda completa do pigmento. A pele é branca. A despigmentação generalizada condição encontrada em portadores de vitiligo.

A hipopigmentação é uma quantidade de melanina é anormalmente baixa. A pele é mais clara que o normal. A hipopigmentação generalizada da pele ocorre empessoas portadoras de albinismo.

A hipopigmentação pode ser causada por

  • Lesões da pele, como bolhas, úlceras, queimaduras, exposição a uma substância química ou infecção.
  • Condições inflamatórias da pele que cicatrizam (como dermatite atópica e psoríase).
  • Condições hereditárias raras

A hiperpigmentação, é causada pelo excesso de melanina, em alguns casos devido a distúrbios hormonais, como na gravidez.

Distúrbios de pigmentação da pele

Se um indivíduo apresentar manchas claras ou escuras na pele isso pode indicar um distúrbio de pigmentação da pele. Os distúrbios de pigmentação da pele mais comuns incluem:

Melasma Esta é uma condição comum geralmente afeta a pele do rosto e provoca manchas marrons. Afeta mais as mulheres do que homens, e um dos fatores causais do melasma incluem,  exposição ao sol e alterações hormonais.

Vitiligo Esta doença pode afetar qualquer parte do corpo. Isso faz com que as células produtoras de melanina, conhecidas como melanócitos, parem de funcionar corretamente, o que resulta em manchas mais claras na pele. Às vezes, também altera a cor do cabelo também. A causa  exata do vitiligo ainda é desconhecida, mas pesquisadores acreditam, que um problema com o sistema imunológico pode ser responsável.

Hiperpigmentação pós-inflamatória ou hipopigmentação. Neste caso ocorre um aumento, ou diminuição temporária do pigmento da pele,  após um traumatismo cutâneo, como uma bolha ou queimadura.

Albinismo. Portadores de albinismo,  não produzem melanina suficiente. Isso leva a pouco ou nenhuma produção de pigmento na pele, cabelo ou olhos. O albinismo é um distúrbio genético, onde o indivíduo herda um gene defeituoso de um ou de ambos os pais.

Para evitar as manchas na pele alguns cuidados devem ser tomados, como evitar o sol em excesso, adequada limpeza e hidratação da pele, higienizar a pele com sabonetes hidratantes e evitar usar água muito quente no banho.

Fonte:

<a href=”https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/mulher”>Mulher foto criado por katemangostar – br.freepik.com</a>

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *