O hipotálamo é uma área pequena, e muito importante que se localiza no centro do cérebro, sua ação está relacionada a produção de hormônios e ajuda a estimular inúmeros processos fundamentais. O hipotálamo localiza entre a glândula pituitária e o tálamo.

Quando o hipotálamo não está funcionando adequadamente, pode causar problemas no organismo que levam a uma ampla gama de distúrbios.

O principal papel do hipotálamo é manter o corpo em homeostase, tanto quanto possível.

Homeostase significa um estado corporal saudável e equilibrado. O corpo está sempre tentando alcançar esse equilíbrio. Sentimentos de fome, por exemplo, são a maneira do cérebro nos avisar que necessitamos de mais nutrientes para nos mantermos em equilíbrio.

O hipotálamo atua como o conector entre os sistemas endócrino e nervoso, desempenha um papel fundamental em muitas funções essenciais do corpo, como:

  • temperatura corporal
  • sede
  • apetite e controle de peso
  • emoções
  • ciclos de sono
  • desejo sexual
  • parto
  • pressão arterial e frequência cardíaca
  • produção de sucos digestivos
  • controle de fluidos corporais.
  • ⇒As áreas do hipotálamo como hipotálamo lateral, ventromedial e periventricular estão relacionados com a sensação de sede, fome, agressividade, tanto produção dessas sensações quanto sensação de saciedade. A área periventricular está relacionada com sensação de medo e punição. A atividade sexual é estimulada principalmente pelas regiões anteriores e posteriores.

À medida que diferentes sistemas e partes do corpo enviam sinais para o cérebro, eles alertam o hipotálamo para qualquer fator que esteja em desequilíbrio e que precise ser tratado. O hipotálamo responde, liberando os hormônios certos na corrente sanguínea para equilibrar o corpo.

Um exemplo disso é a notável capacidade de um ser humano em manter uma temperatura interna de +- 37º C.

Se o hipotálamo receber um sinal de que a temperatura interna está muito alta, ele informará o cérebro e o corpo começa a suar. Se receber o sinal de que a temperatura está muito baixa, o corpo criará seu próprio calor e irá tremer.

Hormônios do hipotálamo

Para manter a homeostase, o hipotálamo é responsável por criar e controlar muitos hormônios no corpo. O hipotálamo atua com a glândula pituitária, que também produz e envia outros hormônios.

Juntos, o hipotálamo e a glândula pituitária controlam as glândulas que produzem hormônios, do sistema endócrino. Isso inclui o córtex adrenal, as gônadas e a tireoide.

Os hormônios secretados pelo hipotálamo incluem:

  • hormônio antidiurético, que aumenta a quantidade de água absorvida pelo sangue pelos rins
  • hormônio liberador de corticotropina, que ajuda a regular o metabolismo e a resposta imune, atuando com a glândula pituitária e adrenal para liberar hormônios esteroides
  • hormônio liberador de gonadotrofina, que estimula a hipófise a liberar mais hormônios que irão manter os órgãos sexuais funcionando
  • ocitocina hormônio envolvido em vários processos, incluindo a liberação do leite materno, moderação da temperatura corporal e regulação do ciclo do sono
  • hormônios controladores da prolactina, que dizem à glândula pituitária para iniciar ou parar a produção de leite materno em mães que amamentam
  • hormônio liberador de tireotropina que ativa a tireoide, a liberar os hormônios que regulam o metabolismo, os níveis de energia, o crescimento e o desenvolvimento

O hipotálamo também influencia diretamente os hormônios do crescimento. Ele comanda a glândula pituitária para aumentar ou diminuir sua presença no corpo, essencial para crianças em crescimento e adultos totalmente desenvolvidos.

Distúrbios

A glândula pituitária e o hipotálamo são conectados por função. Pode ser difícil distinguir um distúrbio como hipotálamo ou hipófise.

Uma doença hipotalâmica é qualquer distúrbio que impede o funcionamento correto do hipotálamo. Essas doenças são muito difíceis de identificar e diagnosticar porque o hipotálamo tem uma ampla gama de papéis no sistema endócrino.

O hipotálamo também serve para sinalizar para a hipófise a liberação de hormônios para o restante do sistema endócrino. Devido a essa inter-relação,  é difícil diagnosticar qual dessas glândulas específicas funcionam incorretamente, esses distúrbios são frequentemente chamados de distúrbios hipotalâmico-hipofisários.

Nesses casos, existem alguns testes hormonais podem ser solicitados, à fim de identificar a razão do distúrbio.

Causas e fatores de risco

As causas mais comuns de doenças hipotalâmicas são lesões na cabeça que pode afetar o hipotálamo. Cirurgias, radiação e tumores levar a doenças no hipotálamo.

Algumas doenças hipotalâmicas têm um vínculo genético como a síndrome de Kallman que causa transtorno no hipotálamo de crianças, onde a puberdade pode estar atrasada ou ausente , acompanhada por um olfato comprometido.

Problemas de hipotálamo também parecem ter associação genética como na Síndrome de Parder Willi. Esta é uma condição na qual um cromossomo ausente causa baixa estatura devido a  disfunção hipotalâmica.

Outras doenças hipotalâmicas podem incluem:

  • distúrbios alimentares, como bulimia e anorexia.
  • desordens genéticas que causam excesso de acúmulo de ferro no corpo
  • desnutrição
  • infecção
  • sangramento excessivo
Sintomas de distúrbios do hipotálamo

Os sintomas dos distúrbios do hipotálamo variam dependendo de quais hormônios estão em falta.

As crianças podem mostrar sinais de crescimento anormal e puberdade anormal. Os adultos, podem apresentar sintomas relacionados aos vários hormônios que o corpo não pode produzir.

Geralmente, há um vínculo rastreável entre os hormônios ausentes e os sintomas que eles produzem no corpo. Em caso de tumor, os sintomas  podem incluir visão turva, perda de visão e dores de cabeça.

Dicas de dieta para a saúde do hipotálamo

Como o hipotálamo desempenha um papel vital no corpo, é muito importante mantê-lo saudável. Embora não possamos evitar completamente os fatores genéticos, podemos adotar medidas dietéticas objetivando a saúde ideal do hipotálamo diariamente, para reduzir o risco de doença hipotalâmica.

O hipotálamo também controla o apetite e os alimentos da dieta podem influenciar a saúde do hipotálamo. Estudos demostraram que dietas ricas em gorduras saturadas podem alterar a maneira como o hipotálamo regula a fome e o gasto de energia.

As fontes de gorduras saturadas incluem banha, carne e laticínios, dietas ricas em gorduras saturadas produzem um efeito inflamatório no corpo.

Isso pode tornar o sistema imunológico superativo, afetando células saudáveis ​​do corpo, causando inflamação no intestino e alterando o funcionamento natural do corpo.

Dietas ricas em gorduras poli-insaturadas, como ácidos graxos e ômega-3 , podem ajudar a reverter essa inflamação.

Opções alimentares saudáveis ​​adicionais para apoiar o hipotálamo e a melhor função cerebral incluem:

  • frutas e vegetais ricos em vitaminas
  • Vitaminas B e C

Um hipotálamo saudável é de extrema importância para o equilíbrio de nosso corpo. Quando ele para de funcionar corretamente, geralmente passa despercebido. Uma dieta equilibrada, pode ajudar a manter o hipotálamo feliz e funcionando bem.

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *