Olá pessoal, neste post iremos abordar um tema que vai reunir muitos assuntos do site…

Vamos falar sobre os medicamentos utilizados para o tratamento das doenças mais comuns apresentadas pela terceira idade.

Segundo estatísticas, a maioria dos idosos utilizam diariamente vários medicamentos, sendo eles de muitas classes farmacológicas diferentes. Assim, aumenta a possibilidade de efeitos indesejáveis destes medicamentos através da interação entre eles, a chamada Interação Medicamentosa.

Isso sem contarmos o Uso Indiscriminado de Medicamentos pela população, principalmente pela terceira idade.

Além disso, os idosos apresentam alterações no organismo próprias do processo de envelhecimento, e que fazem com que os medicamentos se comportem diferente em relação aos indivíduos adultos. (Leia mais Farmacologia e Envelhecimento – Parte1 e Farmacologia e Envelhecimento – Parte 2)

Este fato é importante no momento dos testes dos medicamentos, os quais são realizados antes destes serem lançados no mercado a fim de ajuste de dose e pesquisa de efeitos indesejáveis. E, estes testes são realizados em indivíduos adultos, os quais tem o organismo mais resistente aos efeitos que poderão acontecer. Portanto, a dose de droga colocada no medicamento é ajustada de acordo com o organismo adulto, e não com o organismo do idoso, podendo causar-lhe malefícios, devido a estas alterações fisiológicas.

Estes fatos somados sugerem que os idosos estão muito mais propensos a efeitos ruins dos medicamentos, sendo que muitas das vezes o mal-estar que os idosos sentem podem estar relacionados aos efeitos dos medicamentos utilizados e não propriamente à doença deste indivíduo.

Além disso, várias pesquisas mostram que a população mundial está em processo de envelhecimento, ou seja, a expectativa de vida das pessoas está aumentando, devido a vários motivos. (Leia Causas do Envelhecimento Populacional)

Com a expectativa de vida maior, são geradas várias consequencias e, dentre elas está o aumento do consumo de medicamentos pela terceira idade por causa do desenvolvimento de doenças neste período da vida da pessoa.

Devido a isso, é muito importante nos informar sobre os medicamentos mais utilizados pela terceira idade, focando na sua maneira de agir e nos efeitos indesejáveis que serão causados por cada um deles.

Neste sentido, iremos abordar as doenças mais comuns na terceira idade, bem como o tratamento farmacológico utilizados em cada uma delas, dando ênfase na forma de agir de cada droga e os efeitos indesejáveis produzidos.

Como estes temas já foram abordados em posts anteriores, o presente texto tem a finalidade de reunir em um só lugar todas as informações e, para tanto colocarei a doença e citarei o tratamento abaixo de cada uma delas.

Para saber mais de cada tópico, basta clicar em cima das palavras destacadas em cores vermelhas e azuis.

Espero que gostem desta reunião de assuntos abordados no post… Abraços Medicinais!!!

1- MAL DE ALZHEIMER

– Medicamentos utilizados para o tratamento do Alzheimer
– Novo medicamento para Alzheimer

2- DOENÇAS CARDIOVASCULARES (Infarto agudo do miocárdio, angina, aterosclerose, acidente vascular encefálico)

– Medicamentos Anti-hipertensivos
– Antiinflamátórios não esteroides (AINEs)

3- DEPRESSÃO

– Medicamentos antidepressivos

4- OSTEOPOROSE

– Medicamentos para osteoporose

5- REUMATISMO

– Ácido Acetil salicílico (AAS) – o qual pertence a classe de drogas chamada antiinflamatórios não esteroides (AINEs)

6- PNEUMONIA

– Antibióticos: Penicilinas, cefalosporinas e sulfas

7- HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA

– Medicamentos Anti-hipertensivos

8- DIABETES

– Medicamentos para Diabetes ou Hipoglicemiantes

9- INCONTINENCIA URINARIA

– Anticolinérgicos
– Antidepressivos triciclicos

10- MAL DE PARKINSON

– Medicamentos para Parkinson
– Novo medicamento para Parkinson

11- ESQUIZOFRENIA

– Medicamentos antipsicóticos

Deixe seu recado

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *